Menu...

11 de dezembro de 2017

EUA: chinês mata cinco pessoas da própria família por inveja


Hospital de Olhos
Um imigrante chinês, que estava morando ilegalmente no apartamento de um primo no Broklyn, em Nova Iorque, nos EUA, foi preso, na noite deste sábado (26), após matar a esposa e os quatros filho de seu parente. Mingdong Chen, de 25 anos, usou um facão e uma tesoura para atacar as vítimas. A polícia suspeita que o criminoso tenha cometido os crimes por inveja.

Segundo informações do The New York Post, Mingdong Chen cometeu o crime enquanto o primo dele, Yi Lin Zhuo, estava no trabalho. Em um surto de fúria, ele atacou a dona de casa Qiao Zhen Li, de 37 anos, e um dos filhos dela Kevin Zhuo, de 5, na cozinha do apartamento. Ambos estavam vivos, quando a polícia chegou ao local, mas morreram a caminho do hospital. As outras crinaças – William Zhuo, de um ano, Amy Zhuo, de 7, e Linda Zhuo, de 9 – foram encontradas mortas em um quarto.

Ainda de acordo com o jornal NY Post, um amigo da família contou que Qiao Zhen Li já teria pedido a Mindong para sair da casa deles. Na hora dos crimes, o acusado estava em casa, sozinho com as vítimas. Um discussão teria motivado o crime. A polícia foi chamada quando a irmã de Yi Lin Zhuo e o namorado dela chegaram ao apartamento e se depararam com o massacre.

Mingdong foi detido logo em seguida, descalço e sujo de sangue. Ele tentou reagir à prisão, mas foi controlado pelos agentes. O chefe do Departamento da Polícia de Nova York, Philip Banks III, disse ao NY Post, que o crime foi cometido por inveja.

“Ele disse que a família tinha mais dinheiro e um estilo de vida melhor que o dele. Ele era invejoso e apenas os matou”. Segundo o policial, em depoimento, Mingdong teria dito: “A família tinha demais. Todo mundo aqui estava se dando melhor que eu”.

Na delegacia, Yi Lin Zhuo, que teve a família massacrada, estava em estado de choque e não conseguiu explicar o que pode ter levado o primo à cometer os assassinatos.

Mindong chegou aos Estados Unidos antes do nascimento dos filhos de seu primo. Ela era natural da província de Fujian, na China. Agora, a polícia investiga se ele tem algum histórico de doença mental e de outros crimes conhecidos.

Radar Financeira

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE