3:11 pm - sábado novembro 23, 1647

Ex-presidiário é assassinado com tiro na cabeça no Parque Piauí, em Teresina

Edição e postagem: Denison Duarte, em 09-05-2016 14:55 | Última modificação: 09-05-2016 14:57
Hospital de Olhos

Assassinado com um tiro -Durante a madrugada desta segunda-feira (9), foi assassinado na praça da Integração, no Parque Piauí, o ex-presidiário identificado como José de Holanda Cavalcante, 33.

Conhecido como Jota, ele foi atingido com um tiro na cabeça. A vítima era acusada de praticar três homicídios, dentre eles, o de uma mulher, crime que ocorreu dentro do Mercado do Parque Piauí.

Outra informação, é que ele era envolvido com tráfico de drogas, com vários desafetos na região. A polícia afirma não ter suspeitos.

Assassinado com um tiro, o ex-presidiário lutou antes de morrer

O comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, coronel Jorge Reis, diz que “um homem encapuzado chegou até ele e iniciaram uma rápida luta corporal, em que Jota acabou sendo atingido com um tiro na cabeça. Até o momento a perícia detectou apenas um tiro que o atingiu.”

“Jota, depois que saiu da Custódia, há pouco mais de um mês, estava proibido de frequentar o CSU do Parque Piauí por conta das ameaças de morte que recebia”, afirmou o coordenador do CSU, Roberto Silva.

“Na última sexta, era para termos inaugurado a Companhia da Força Tática do 6° Batalhão dentro do CSU, o que não aconteceu por demora na entrega da obra. Talvez se a companhia já estivesse funcionando esse homicídio não teria acontecido. Eu já havia impedido que ele andasse no centro, porque nós sabíamos das ameaças que ele vinha recebendo. Recentemente ele assassinou uma mulher, envolvida com Tráfico, e vinha sofrendo ameaças. Pode ter sido uma retaliação”, supõe o coordenador.

Segundo a polícia, o suspeito da morte da vítima pode ter sido alguém conhecido da vítima. A Delegacia de Homicídios está na investigação do caso.

Edição e postagem: Denison Duarte
Com informações do Cidade Verde

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE