3:11 pm - quarta-feira novembro 23, 7087

Secretário leva ao Conass experiências contra álcool e outras drogas do PI

Edição e postagem: Denison Duarte, em 24-07-2013 23:43 | Última modificação: 24-07-2013 23:43
Hospital de Olhos

A 6ª Assembleia do Conselho Nacional de Secretário de Saúde (Conass) foi aberta, nesta quarta-feira (24), pelo secretário da Saúde do Piauí, Ernani Maia. O evento acontece durante todo o dia no Hotel Nacional, em Brasília. Ernani, acompanhado do professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), José Mauro Braz de Lima, mostrou aos colegas de outros estados, os projetos que a Sesapi vem realizando no Piauí para conscientizar a população do uso do álcool e outras drogas. O estado é o primeiro no país a lançar uma cartilha sobre a Síndrome Alcoólica Fetal (SAF).

“Nossa intenção aqui hoje é mostrar o trabalho que estamos realizando no combate ao álcool e outras drogas que, desde o início do ano, vem alcançando resultados positivos em nosso estado. Trouxemos nossas experiências para que os colegas repliquem em seus estados e, desta forma, a gente vença essa dura batalha unidos. É um problema geral do nosso país”, afirmou o secretário do Piauí.

A Sesapi já realizou no primeiro semestre dois simpósios sobre os efeitos do álcool e outras drogas. O primeiro deles em Teresina, abordando, pela primeira vez no estado, o avanço da Síndrome Alcoólica Fetal (SAF). A SAF é o resultado da ingestão de bebida alcoólica durante a gravidez. “Muitas crianças nascem com deficiências por conta da ingestão do álcool na gestação”, explicou Jose Mauro Braz. O segundo simpósio aconteceu no início do mês em Luis Correia, com a presença do diretor executivo do Conassa, Jurandir Frutuoso e com o presidente do Conass na região Nordeste, Arruda Bastos, atual secretário de Saúde do Ceará.

“O Piauí está se tornando modelo nessa nova forma de abordar a SAF, o consumo do álcool e outras drogas de uma forma geral. A cartilha é um ganho substancial porque vai levar informação sobre a doença”, diz José Mauro Braz.

Segundo Ernani Maia, o Conass estuda a possibilidade de realizar simpósio contra as drogas regionais. O presidente do Conass e secretário de Saúde do Amazonas, Wilson Alecrim, se mostrou interessado em levar o evento para o seu estado.

Os secretário de Saúde do país debateram ainda a Lei de Responsabilidade Sanitária, a Comissão Intergestores Tripartite (CIT), e a Política Nacional de Atenção Hospitalar e o programa Mais Médicos. Dezoito gestores compareceram à reunião.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE