Menu...

18 de dezembro de 2017

Rodovias do Piauí ganham destaque em pesquisa nacional


Hospital de Olhos
Um relatório divulgado pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) coloca o Piauí entre os estados com boa malha rodoviária. A pesquisa foi divulgada nesta quinta-feira, (31). A nível nacional as estradas ficaram piores, de acordo com a pesquisa CNT de Rodovias 2013, 63,8% da extensão avaliada apresentam alguma deficiência no pavimento, na sinalização ou na geometria da via. Em 2012, o índice havia sido de 62,7%. Os pontos críticos passaram de 221 para 250, apenas 3 no Piauí, uma ponte caída na BR-135 e duas rodovias com buracos grande, como define o estudo.

Das 14 rodovias piauienses que fizeram parte da pesquisa nacional apenas duas são consideradas ruins ou péssimas, os 155 quilômetros da BR-235 que leva à cidade de Santa Filomena, que está em obras e com prazo de conclusão previsto para 2014 e os 81quilômetros da PI-141 que liga a cidade de São Raimundo Nonato a Dirceu Arcoverde. A CNT classificou como ótima ou boa a pavimentação de 50% das rodovias pesquisadas no Piauí com destaque para as BRs 222,330,316 e 343 que obtiveram as melhores notas.

Ainda de acordo com a pesquisa, o Piauí ficou acima da média regional na classificação geral. Na categorização da qualidade das rodovias federais e estaduais, no índice ótimo ou regular o estado obteve 25,3% contra 25,1% do nível regional. Na qualidade regular 39%, o Piauí, e 42,4% média nordestina. E na classificação de estradas ruins 35,7% Piauí e 32,5% Nordeste. O critério de classificação não levou em conta a qualidade das estradas nos acessos que ligam BRs a municípios e estradas locais onde a movimentação de veículos é considerada insignificante.

A preocupação com os acessos às cidades e a manutenção de tráfego das grandes rodovias insere o Piauí entre os estados com grande percentual de malha rodoviária. O Governo do Estado já inaugurou mais de 3 mil quilômetros de asfalto, superando a meta de 2 mil quilômetros estabelecida pelo governador Wilson Martins, “superamos esta meta e já ultrapassamos os três mil quilômetros de estradas, todas elas de qualidade e feitas para durar, não dá para imaginar, no mundo de hoje, uma cidade sem acesso, sem asfalto de qualidade para dar o direito à população de ir e vir com qualidade, isso era um desafio, hoje é uma realidade, estamos empenhados em dar toda essa estrutura para os piauienses”, explicou o governador.


Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE