Menu...

19 de junho de 2018

Qualifica Piauí prepara jovens para o mercado de trabalho em mais quatro municípios


Hospital de Olhos
Milhares de jovens estão vivendo uma nova realidade no que diz respeito à capacitação para o mercado de trabalho. Com o Qualifica Piauí, a geração de emprego e renda ganha mais força no Estado, motivando e contribuindo na formação da cidadania dos jovens piauienses. Só este ano, a iniciativa do Governo do Piauí, através da Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Setre), já beneficiou mais de 1.300 pessoas.

Nesta segunda-feira (4), as unidades móveis se instalam em mais quatro municípios. Em Itainópolis e Manoel Emídio, localizados no Sul do Piauí, a população será contemplada com o curso profissionalizante na área da construção civil. Já as cidades de Brasileira e São João do Piauí recebem os caminhões que oferecerem qualificação em Embelezamento e Corte e Costura. Somadas, as unidades móveis irão atender, aproximadamente, 150 estudantes.

De acordo com Larissa Maia, secretária estadual do Trabalho e Empreendedorismo, o Programa disponibiliza um alto nível de qualidade aos alunos, o que aumenta a procura pelas vagas ofertadas de capacitação. “O Qualifica Piauí é uma ação do Governo do Estado que busca aumentar o índice de empregabilidade dos cidadãos piauienses através da qualificação profissional. Já vimos muitos exemplos onde o programa aconteceu e contribuiu na melhoria da qualidade de vida de muita gente”, ressalta.

As unidades móveis contam com estruturas adequadas para sediar os cursos, dispondo de instrumentos específicos para cada área, possibilitando a execução das aulas, tanto teóricas quanto práticas.

Até março de 2014, o Qualifica Piauí deve beneficiar 3.504 pessoas, sendo 2.304 alunos do curso de Embelezamento e Corte e Costura e 1.200 alunos do curso de Construção Civil. Os cursos têm duração de um mês com carga horária de 200 horas/aula. Ao final da capacitação, os estudantes recebem os certificados que os tornam aptos para exercer suas funções junto ao mercado de trabalho.

Comente aqui

libero. dolor. Phasellus nec ut consectetur mattis sit mattis