Menu...

25 de Maio de 2018

Órgãos e instituições apresentam planos de ação em Seminário da Promotoria de Regeneração


Hospital de Olhos

PROMOTORIA DE REGENERAÇÃO – O Ministério Público, representado pela promotora Dra. Valesca Caland Noronha, realizou nesta quarta-feira (7) a terceira etapa do Seminário da Promotoria de Justiça de Regeneração, projeto idealizado e planejado em parceria com o empreendedor regenerense, Sílvio Vilarinho. O encontro resultou na apresentação de um conjunto de ações apontadas por entidades, órgãos e públicos como metas por meio da intersetorialidade como estratégia para o avanço das políticas públicas e uma gestão de excelência.

Na primeira fase, realizada em setembro de 2017 na Câmara de Vereadores com ampla participação da população e de membros de entidades regenerenses, a organização do evento apresentou a importância da atribuição de competências, tendo em vista a grande demanda de órgãos diversos recebidas pelo Ministério Público.

Em dezembro, a segunda etapa do Seminário reuniu representantes de instituições públicas e de Igrejas, diretores de escolas e secretários da atual administração para uma capacitação e, consequentemente, a elaboração de um plano de ações pelas entidades do município.

A terceira etapa, realizada nesta quarta-feira (7), reuniu líderes comunitários, membros dos poderes Legislativo e Executivo, a exemplo do prefeito Dr. Hermes Teixeira Júnior e assessores, além da sociedade civil regenerense e da Segurança por meio das Polícias Civil e Militar. Juntos, apresentaram os objetivos e metas que pretendem alcançar, além de discutirem sobre o avanço de políticas públicas por meio da intersetorialidade como forma de chegar a uma gestão de excelência.

Participaram como convidados da Promotoria de Justiça, o titular da Defensoria Pública de Floriano – Dr. Ricardo Moura Marinho, e a promotora de Justiça de Teresina, Dra. Itaniele Rotondo Sá.

O morador Juvêncio Rodrigues, de 38 anos, considera que, depois da iniciativa do Ministério Público, a expectativa da população regenerense é de dias melhores. “Eu gostei demais desse evento, algo que Regeneração estava precisando há muito tempo. Um Seminário como este é muito importante para a nossa cidade, e só quem tem a ganhar é a nossa população. A expectativa, realmente, é de dias melhores.”

De acordo com o comunicador da Rádio Tribuna FM, Antonio de Matos, o Ministério Público realmente vai realizar o que se propõe a fazer com a implantação da proposta. Segundo ele, o seminário deveria ser implementado em todo o Piauí.

“Esse movimento do Ministério Público é de vital importância porque a gente na emissora recebe diariamente uma demanda muito alta e sempre repassamos para os setores, mas vemos que as pessoas não sabem ainda quais são, de fato, as atribuições de cada órgão do nosso lugar. Esse seminário é da mais alta importância. Esse trabalho deveria ser implementado em todo o estado do Piauí. Eu vejo que as pessoas passam a ter a consciência de reivindicar aquilo que é seu por direito”, falou Antonio de Matos.

O titular da 4ª Defensoria Pública de Floriano, Dr. Ricardo Moura Marinho, disse que o projeto da representante do Ministério Público, Dra. Valesca Caland, é uma verdadeira ferramenta de promoção da cidadania.

“A iniciativa da Dra. Valesca é louvável, interessante e proveitosa. O evento tem o objetivo de levar ao conhecimento da população a existência das instituições públicas, a utilidade delas e de que maneira o cidadão pode usufruir do serviço público. O evento tem um viés educacional, é uma verdadeira ferramenta de promoção da cidadania para que as pessoas possam reivindicar e exercer seus direitos”, disse ele.

A promotora de Justiça de Teresina, Dra. Itaniele Rotondo Sá, assegura que a iniciativa é um pontapé inicial para um despertar da sociedade regenerense. “Quando eu soube do projeto, eu achei interessantíssimo, é pioneiro. Nós chegamos a procurar outros registros de ações parecidas no Ministério Público Brasileiro, mas não encontramos nada. É um pontapé inicial para uma mudança, para um despertar da sociedade, que às vezes está adormecida em relação ao próprio papel de fiscal e de sua força no controle social.”

O diretor da VI Gerência Regional de Educação, Francisco Moura da Silva, participou também do evento. Ele considera que o projeto vai dar certo porque a sociedade não aceita mais retroagir. “Eu acredito que já acordamos, pois a sociedade não aceita mais retroagir. A evolução que já chegamos e o grau de expectativa que o público já chegou, tudo isso é muito bom. Há tempo que deveríamos ter alcançado esse grau.”

O projeto, segundo a promotora de Justiça Valesca Caland, “está ganhando forma”. Ela assegura que as ações já devem aparecer na próxima etapa do evento, prevista para julho, como resultado do Seminário.

“O projeto está ganhando forma. Hoje os gestores vieram aqui e se comprometeram diante da sociedade e, numa fase seguinte, vão chegar à população e mostrar o que foi feito. O patrão de todos os que estão envolvidos é a sociedade. Nós temos que oferecer serviços de qualidade e que efetivamente atendam a necessidade da sociedade oferecendo uma qualidade de vida melhor. Cada órgão saiu daqui com a ideia de que tem um compromisso com a sociedade”, disse a promotora.

A terceira etapa teve início por volta das 13h30 na Câmara de Vereadores com encerramento às 18h40. Segundo o público presente e os organizadores o evento superou as duas primeiras etapas do Seminário, realizadas em setembro e em dezembro.

Promotoria de Regeneração | Seminário realizado na Câmara de Vereadores

Vídeos: Leomar Duarte

Fotos: Gisele Duarte

Tags:

Comente aqui

non felis dictum libero. felis venenatis, sed quis suscipit eleifend id, Lorem