Menu...

24 de junho de 2018

PRF identifica 31 cidades com pontos vulneráveis à prostituição infantil no PI


Hospital de Olhos

Uma pesquisa nacional indica crescimento de casos de prostituição infantil nas rodovias do Piauí. Por isso, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) vai intensificar a fiscalização em todo o estado. O projeto Mapear, feito pela PRF e divulgado na terça-feira (25), identificou no Piauí 31 municípios em situação crítica.

De acordo com Fabrício Loiola, inspetor da PRF, o mapeamento foi feito em todo o Brasil e no Piauí foram identificados 31 cidades com algum ponto onde crianças e adolescentes estão vulneráveis à exploração sexual. “Os pontos mais críticos são principalmente os municípios localizados nas divisas com outros estados e onde tem entroncamento de rodovias”, explicou.

O projeto identifica e classifica os pontos em baixo, médio, alto ou crítico e a ação da PRF é feita em cima desses dados. “A classificação vai balizar as ações da PRF em todo o estado. Nós já conseguimos reduzir o número de ocorrências no Piauí, especialmente Teresina, pois no entorno da capital era muito comum encontrar crianças e adolescentes nessa situação de vulnerabilidade. Esse projeto tem uma ação inovadora que é a prevenção. A PRF vai passar a ocupar os pontos críticos como postos de gasolinas, onde geralmente os caminhoneiros dormem, têm pouca iluminação e geralmente esses casos acontecem e uma vez encontrando crianças em situação de risco serão tomadas todas as providências e medidas legais”, falou.

O inspetor afirmou ainda que o trabalho de fiscalização, que já é constante, vai ser intensificado principalmente nos postos de combustíveis onde tem um uma estrutura física propícia ao crime, pois são áreas grandes, com pouca iluminação e com circulação de riquezas.

“Os números ainda são altos, mas a PRF busca agir para dar uma resposta para a comunidade. Os locais são propícios, pois nos casos dos entroncamentos de rodovias tem o que chamamos de transporte de riquezas e isso faz com que encontre a pobreza e a vulnerabilidade facilitando os crimes, principalmente no nosso estado que é um estado mais pobre, mas estamos intensificando as ações”, relatou.

Segundo o inspetor, é uma realidade a dificuldade de pegar em flagrante os autores desses crimes. “Os autores se aproveitam muitas vezes de oportunidades, ou quando está sozinho com a vítima ou tem relação de parentesco, pois tem a confiança da família. É importante que as pessoas denunciem e se comuniquem com a Polícia Rodoviária Federal através do 191 fazendo denúncia. Vamos fazer ações noturnas em bares e restaurantes e caso seja encontrada alguma criança ou adolescente nessa situação o dono é preso imediatamente e conduzido à delegacia local”, disse.

Fonte:G1 Piauí

Tags: , , ,

Comente aqui

sit ultricies consequat. mi, Praesent Phasellus et, odio