3:11 pm - sexta-feira novembro 23, 8131

Piauí registra investimento histórico em mobilidade urbana

Edição e postagem: Denison Duarte, em 09-07-2013 13:37 | Última modificação: 09-07-2013 14:04
Hospital de Olhos

Nunca se investiu tanto em mobilidade urbana no Piauí como nos últimos três anos. Estradas, avenidas, viadutos e pontes estão sendo construídas, ampliadas ou reformadas de Norte a Sul do estado com o intuito de dar mais agilidade e conforto a quem trafega dentro e entre os municípios piauienses.

Duas grandes obras já estão em andamento, o Rodoanel de Teresina e a Transcerrados que se caracterizam, respectivamente, como a maior intervenção de mobilidade urbana da capital e do estado. Com a conclusão da primeira grande obra, a distância entre as saídas Sul (BR 316) e Norte (BR 343) de Teresina será reduzida em 15 quilômetros. Já a Transcerrados interligará o setor produtivo do Sul do estado, encurtando distâncias e valorizando a produção de grãos.

Cidades como Picos e Floriano também estão sendo contempladas com obras que visam melhorar o tráfego no seu perímetro urbano. Em Picos, por exemplo, o Governo vai investir R$40 milhões em obras de mobilidade urbana, tais como a construção de um viaduto sobre a segunda passagem do rio Guaribas, além da pavimentação de bairros e avenidas.

Em Teresina, por exemplo, há ações para a construção de viadutos, como da Avenida Miguel Rosa com BR-343, e no balão do São Cristóvão. Está-se investindo ainda na duplicação das vias do metrô e na construção de novas estações. Tudo isso, com o objetivo de garantir mais flexibilidade e rapidez nos deslocamentos diários da população.

Rodoanel de Teresina – É a maior obra de intervenção de mobilidade urbana da cidade e conta com investimentos de R$ 80 milhões. A obra reduzirá em 15 quilômetros as saídas Sul (BR 316) e Norte (BR 343) da capital e contempla 28 quilômetros de pista dupla, dois viadutos e uma ponte.

Rodoanel de Parnaíba – Conta com investimentos da ordem de R$5.705.600, 27. As novas vias darão mais fluidez ao trânsito da cidade, desafogando o tráfego de veículos de cargas que costumam circular pelo Centro.

Transcerrados – Com investimento total de R$340 milhões, a via terá 340 quilômetros de extensão, cortando os Cerrados piauienses de Sebastião Leal até a BR 235. A obra vai interligar o setor produtivo do Sul do Estado, encurtando distâncias e valorizando a produção de grãos.

Contorno Rodoviário de Canto do Buriti – A construção do anel viário do município prevê pista duplicada de 10,89 quilômetros de extensão e canteiro central. Para esta obra estão sendo aplicados R$6.959.124,21.

Nova Ponte Wall Ferraz – Com investimento de R$24 milhões, serão construídas três novas faixas de rolamento sobre o rio Poti, interligando os bairros Ilhotas e São João. A obra tem por objetivo desafogar a passagem de quem vai da zona Leste para Zona Sul e vice-versa, criando um novo corredor com três faixas a mais que as duas atuais. Os recursos aplicados na nova ponte são oriundos do Tesouro Estadual e financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Nova Ponte da Avenida Frei Serafim – A nova ponte trará mais mobilidade a um dos principais corredores da capital, ligando a avenida Frei Serafim (Centro) à João XXIII (Zona Leste). A ponte terá 427 metros de extensão e dez metros de largura com três novas faixas. Cerca de R$20 milhões estão sendo investidos na obra.

Prolongamento da Avenida Barão de Castelo Branco – Esta é uma obra que será executada em parceria com a Prefeitura de Teresina e vai permitir desafogar o tráfego na avenida Miguel Rosa.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE