Menu...

Última Notícia

11 de dezembro de 2017

Jovem agredida em Castelo morre no HUT em Teresina


Hospital de Olhos

Danielly passou por três cirurgias e estava na UTI do Hospital. Ele teve esmagamento da face e complicações no tórax. Ela foi agredida, estuprada e jogada de uma altura de 7m, juntamente com três amigas quando visitava o “morro do garote” para fazer tarefas escolares. O crime ocorreu no dia 27 de maio e desde então ela lutava pela vida.

No HUT, ela chegou a fazer a reconstrução do rosto, mas teve complicação perdendo muito sangue. O diretor do HUT, Gilberto Albuquerque, fez uma campanha para a doação de sangue. O chamamento lotou o Hemopi.

Parentes que visitavam Danielly contaram, recentemente ao Cidadeverde.com que, antes dela piorar, a garota conseguia mexer no celular do pai e disse para ele: “pai vou com você comprar outro celular quando a gente sair daqui”. Durante o crime, o celular de Danielly foi destruído pelos criminosos.

O corpo de Daniely foi liberado pelo HUT para ser velado na cidade de Castelo, a 190 km de Teresina.

Gilberto Albuquerque informou na noite deste domingo que o quadro de Danielly se agravou após um sangramento torácico em uma fistula arterial.

“Ela passou por três cirurgias e houve um trauma externo, pois a fístula é uma artéria que leva o sangue para o cérebro, alterando o sistema neurológico. Ela não estava reagindo às sedações e infelizmente chegou a óbito hoje. Fizemos tudo que tinha que ser feito, mas seu quadro só piorou nas últimas horas”.

O diretor do HUT informou ainda que  as duas garotas que continuam internadas no hospital estão reagindo bem aos medicamentos  e que saíram da fase aguda de risco.

Fonte: Cidade Verde

Radar Financeira

Tags: ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE