Menu...

19 de Janeiro de 2018

Eletrobras negocia com consumidores do Conjunto Rodoviário


Hospital de Olhos

O assistente da Presidência da Eletrobras Distribuição Piauí, José Salan, e o assistente da Diretoria Comercial, Anselmo Lima, receberam nesta quarta-feira (26), na sede da empresa, representantes da Associação de Moradores do Conjunto Rodoviário II, localizado na zona sul de Teresina.

Na reunião, Distribuidora e Associação negociaram débitos de moradores que se ligaram a rede de energia elétrica sem a permissão da empresa e, por conta disso, receberam notificações com a cobrança da energia utilizada e não paga. A necessidade de regularização de outras 90 famílias que já estão habitando no local também foi discutida na reunião.

Anselmo Lima explicou aos presentes que quando um consumidor se liga diretamente a rede, ele está consumindo energia de forma irregular, e que a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) estabelece, por meio de Resolução, o direito das Concessionárias efetuarem cobranças retroativas.
“Inicialmente, deixamos claro para a Associação de Moradores, que não é correto que o consumidor se ligue diretamente à rede, que isso é furto de energia. Para que a Eletrobras efetue as ligações, é preciso que cada consumidor apresente um documento comprovando a posse do imóvel”, disse Anselmo.

A Presidente da Associação dos Moradores do Parque Rodoviário, Zilmar Silva Gonçalves, explicou que, até o momento a Caixa Econômica Federal não oficializou a entrega do Conjunto rodoviário II a seus moradores. Por isso eles ainda não possuem a documentação dos imóveis. Zilmar disse, ainda, que os moradores ficaram satisfeitos em serem recebidos por representantes da empresa e terem ouvido uma solução para o caso.

“Estivemos conversando com o superintendente da Caixa Econômica Federal e eles nos prometeram que, até julho, entregarão a documentação para os beneficiários. Vamos solicitar um documento para que a Eletrobras possa regularizar a situação das famílias que já estão morando no conjunto. Ficamos muito satisfeitos em ser  bem recebidos pela Eletrobras”, afirma Zilmar.

Sobre a cobraça da multa para 24 consumidores que se ligaram diretamente a rede, a Eletrobras Distribuição Piauí acordou com a presidente da Associação que fará uma análise da situação de forma individualizada.

O Assistente da Presidência, José Salan, disponibilizou um engenheiro do departamento comercial para acompanhar os processos administrativos de cada consumidor e esperar um documento da Caixa autorizando que a Eletrobras faça as ligações das famílias. A partir da autorização, será feito um mutirão para atender os consumidores de forma ágil.

“A Eletrobras sempre busca negociar com o consumidor. Aceitamos ouvir os moradores do conjunto Rodoviário, até porque queremos que eles tenham acesso à energia da forma correta. Mas precisamos deixar claro que só podemos ligar um consumidor se ele comprovar que é proprietário do imóvel ou se tem a posse parcial (contrato de aluguel). Outro ponto importante é que os problemas no recebimento do imóvel não dão direito ao consumidor a se ligar diretamente na rede. A reunião foi proveitosa e entendemos que os moradores saíram satisfeitos com o diálogo”, destaca Salan.

Fonte: Renée Marie Fontenele / Eletrobras

Tags: , ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE