AMARANTE

PIAUÍ

Piauí recebe mais de 95 mil doses e inicia vacinação de pessoas com comorbidades e gestantes

Avatar

Publicado em

PIAUÍ


O estado do Piauí receberá, na tarde desta segunda-feira (3), 96.850 doses de vacinas para imunização contra a Covid-19. Com esses imunizantes, o estado dará início à vacinação do grupo de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas.

Entre as vacinas que irão chegar, estão 5.850 da Pfizer, que de acordo com a determinação do Ministério da Saúde, serão entregues ao município de Teresina. Esse quantitativo corresponde à primeira dose da vacina e proporcionará continuidade das etapas de vacinação do município. Os imunizantes virão em embalagens específicas para a garantia da temperatura negativa entre -25° e -15° graus.

“A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) já se preparou para o armazenamento das vacinas da Pfizer, contando com seis freezers, que suportam a temperatura estabelecida pelo fabricante”, explica o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

As vacinas serão entregues em bandejas de 1.170 doses e deverão ser diluídas com soro de 0.90ml. A dose a ser administrada é de 0.3 ml. Após a diluição, o total de doses deverá ser utilizado em seis horas e conservados em temperatura de 2° a 8° graus.

“Nesta primeira remessa, virão apenas as primeiras doses. De acordo com o esquema vacinal do ministério, as demais deverão chegar no intervalo de uma semana. O armazenamento deve ser de no máximo cinco dias na temperatura de 2° a 8° graus e até 14 dias com a temperatura de -25° a -15° graus. A orientação do ministério é que se faça a vacinação em até cinco dias após as vacinas estarem na temperatura de 2° a 8°graus. Todas as orientações sobre aplicação da vacina foram repassadas pelo Ministério da Saúde aos municípios que irão receber”, explica o superintendente de Atenção Primária à Saúde e Municípios, Herlon Guimarães.

Leia Também:  SeadPrev vai aplicar testes da Covid-19 em servidores que estejam em trabalho presencial

Vacinas da AstraZeneca

Nesta 16ª remessa também estão inclusas 91 mil doses da vacina AstraZeneca/Fiocruz que serão disponibilizadas para 13.6% do grupo de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas e as pessoas com deficiência permanente (54.912 doses). Os imunizantes também serão destinados a 21% dos idosos de 60 a 64 anos (26.980 doses).

“Como já fizemos a distribuição de 100% do grupo de pessoas de 60 a 64 anos, após aprovação da utilização de nossa reserva técnica em colegiado, esses imunizantes que chegarão nesta remessa nos ajudarão a reforçar este novo grupo que iniciará, de gestantes e pessoas com comorbidades. Com relação aos deficientes, já iniciamos a vacinação desse grupo há pouco mais de um mês”, afirma Florentino Neto.

Os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, nesta primeira fase de vacinação de comorbidades, e que serão adotados pelo Piauí, determinam a vacinação proporcional, de acordo com as doses disponibilizadas dos seguintes grupos:

– Pessoas com síndrome de Down, independente da idade (18 a 59 anos);
– Gestantes e puérperas com comorbidades, independente da idade (18 a 59 anos);
– Pessoas com comorbidades, de 55 a 59 anos;
– Pessoas com deficiências permanentes, cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), de 55 a 59 anos.

Leia Também:  ADUFPI e SINTUFPI preparam ato para lançar a Frente Escola Sem Partido

“A orientação do Ministério da Saúde é seguir esta sequência de grupo. Estão inclusos também pacientes renais, em terapia de substituição (diálise), porém o Piauí já entregou as doses aos municípios para a vacinação desse grupo em uma outra etapa”, destaca Herlon Guimarães.

CoronaVac

No último sábado (30), o Piauí também recebeu 3.400 doses da vacina CoronaVac, do Sinovac/Butantan, direcionada à vacinação das segundas doses de 3% do grupo de trabalhadores da Saúde (2.255 doses) que estavam inclusos na pauta 13B, também a segunda dose de 6% (405 doses) das forças de segurança e salvamento e armadas, inseridos na pauta 13B. Também vieram mais 0.20% (11 doses) para segunda dose do grupo de forças segurança, salvamento e armadas contemplados na pauta 14B.

As vacinas do Instituto Butantan serão destinadas, ainda, para primeira dose de 7.4% do grupo de força de segurança e salvamento.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PIAUÍ

DFESP-3 realiza reunião com gestores da Prodater e Secretaria de Finanças de Teresina

Avatar

Publicados

em


A Divisão de Fiscalização Temática Residual – DFESP-3 realizou uma reunião com gestores da Empresa Teresinense de Processamento de Dados (Prodater) e da Secretaria de Finanças de Teresina (Semf), nesta terça-feira (04). O objetivo foi informar sobre os trabalhos da equipe que fiscaliza contratações e despesas na área da Tecnologia da Informação. Os integrantes da divisão também apresentaram a Nota Técnica TCE-PI n° 03/2020, que orienta a contratação de soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

A DFESP-3 foi criada durante a reestruturação do TCE-PI, no início de 2019, e é responsável pela auditoria da formulação, execução e controle das políticas públicas. Desde o ano de implantação, a divisão atua em áreas relevantes e de orçamento significativo. Ainda em 2019, a fiscalização concomitante e processual em licitações referentes à tecnologia da informação resultou na economia de cerca de R$ 2,9 milhões aos cofres públicos. 

Durante a reunião, os membros da divisão trataram com os gestores sobre as constantes quedas no sistema da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS) e no sistema de emissão do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Nesse momento, os representantes do Prodater e da Secretaria de Finanças informaram que o Centro de Processamento de Dados apresentou problemas no mês de março e ficou fora do ar por cerca de 15 dias.  

Também foi explicado que a cobrança do IPTU foi adiada para 31 de julho de 2021 e que a equipe técnica priorizou a implementação do Programa de Pagamento Incentivado (PPI) para facilitar a regularização tributária dos devedores. Após a implementação do programa, o módulo de cobrança do imposto será oficializado e disponibilizado para a população antes do prazo para quitar a parcela única e a primeira parcela.  

João Cardoso, chefe da divisão, destaca a importância do diálogo com os gestores municipais. “O resultado da reunião foi tomar conhecimento da realidade das ações que envolvem a TI do município de Teresina, as quais serão levadas em consideração quando formos iniciar fiscalizações futuras”, disse.

Clique aqui para conferir a nota técnica.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Wellington destaca impacto da instalação de fábrica de torres eólicas para desenvolvimento do estado
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA