AMARANTE

Piauí

Piauí inicia distribuição de vacinas para imunização da população de 18 a 59 anos

Publicado em

Piauí


A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) começa a distribuir, nesta sexta-feira (11), as vacinas para os municípios iniciarem a imunização da população de 18 a 59 anos, não contemplada nos demais grupos. A inclusão desse público foi aprovada em reunião da Comissão Intergestora Bipartite (CIB).

Serão entregues para a vacinação da população em geral 50% das doses de AstraZeneca e Pfizer que chegaram nesta semana, como acordado em reunião do colegiado. Neste 23º lote o Ministério da Saúde mandou para o Piauí 54.500 mil doses de AstraZeneca e 35.100 dos imunizantes da Pfizer.

A vacinação do público em geral será de forma decrescente começando com 59 anos. Cada município ficará responsável pela elaboração do seu calendário, com as datas estabelecidas para cada idade e pela comunicação à população.

“Ficará a cargo de cada cidade definir a data de vacinação de cada idade, de acordo com a disponibilidade de vacinas pelo Ministério da Saúde. O objetivo do governador Wellington Dias é vacinar toda população adulta do estado até o mês de outubro”, lembra o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

Leia Também:  João Mádison apela ao governo e postos de combustíveis não vão fechar neste feriado

O quantitativo populacional de 18 a 59 anos foi estabelecido descartando as demais pessoas dessas faixas etárias, que foram contemplados nos grupos prioritários. Serão repassadas aos municípios, nesta primeira etapa do público em geral, 27.250 doses de AstraZeneca e 17.550 Pfizer. “Lembramos que a vacinação será de forma decrescente começando por 59 anos e ficando a cargo dos municípios à medida que a vacinação for avançando, iniciar as demais idades até chegar aos 18 anos”, enfatiza Florentino Neto.

Os imunizantes também contemplarão 30% do grupo de comorbidades e deficiência permanente e 20 % das categorias elegíveis pelos Conselhos Municipais de Saúde, como essenciais.

“Serão entregues 10.900 doses da vacina AstraZeneca e 7.020 de Pfizer para 20% dos serviços essenciais estabelecidos pelos conselhos. Já as 16.350 doses de AstraZeneca e 10.530 imunizantes da Pfizer serão destinados a 30% do grupo de pessoas com comorbidades e deficiência permanente”, explica a diretora de Vigilância em Saúde da Sesapi, Cristiane Moura Fé.

Dose dois AstraZenca

Sobre a antecipação da segunda dose da vacina AstraZenca/FioCruz, a Sesapi vai elaborar uma nota técnica, junto com o Conselho de Secretários Municipais de Saúde, estabelecendo os critérios a serem adotados. A secretaria alerta a população sobre a importância de retornar aos postos de saúde, no prazo estabelecido para a aplicação da segunda dose.

Leia Também:  Piauí alcança 3º maior crescimento do PIB do Nordeste

“É muito importante que a população tome as duas doses das vacinas, pois o ciclo de imunização das vacinas disponíveis até o momento no Brasil, só é completa após a segunda aplicação. Por isso pedimos aos piauienses que procurem os postos de saúde para tomar sua segunda dose”, ressalta Florentino Neto.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Piauí

Alunos aproveitam Pré-Enem Live para iniciar ciclo de estudo

Publicados

em


O chat do YouTube na segunda edição do Pré-Enem Seduc Live não parou durante as quatro horas de transmissão das aulas. Seja indicando a resposta, comentando com o professor ou tirando as dúvidas, a interação constante entre os alunos no chat é uma marca dos estudantes piauienses.

Neste domingo (20), os estudantes acompanharam o conteúdo nas disciplinas de Matemática, Linguagens, Redação e Geografia, transmitidas pelo Canal Educação, no Facebook e YouTube, e TV Antares (canal 2.1).

Estudantes de Teresina, Nova Santa Rita, José de Freitas, Betânia, Regeneração, Cajueiro da Praia e de cidades fora do Piauí, acompanharam as aulas com os conteúdos disponibilizados no site: https://preenem.seduc.pi.gov.br/. Ao final de cada aula, os professores continuam a conversar com os estudantes no quadro Bora Papear.

Segundo o professor de Matemática, Raphael Marques, a participação dos estudantes no chat, no modelo de revisão online, funciona como termômetro para o entendimento dos estudantes sobre os assuntos repassados.

“É uma honra retornar com as aulas on-line. Identifiquei vários alunos que acompanham as aulas do Canal Educação durante a semana e agora iniciam o ciclo de revisões do Pré-Enem. No momento presencial, sabemos se o aluno entendeu ou não as questões olhando no rosto deles, mas aqui compensamos esse momento com o chat como forma de interação para completar o entendimento do aluno, pois a participação dos estudantes é constante e facilita para diminuir as possíveis dúvidas”, destacou o professor.

Leia Também:  Auxílio Merenda em Casa garante segurança alimentar a alunos em aulas remotas

Ao encerrar os conteúdos ao vivo, os estudantes continuam tendo o apoio didático com os grupos Salas de Aula On-line. Na plataforma de WhatsApp são cinco grupos de conteúdo e um grupo específico de redação de todas as disciplinas com apostilas, vídeos, podcasts e todo material pedagógico necessário. Os grupos da Sala de Aula Online Pré-Enem Seduc são coordenados por representantes das equipes Pré-Enem Seduc, Canal Educação e Seduc, como informa o coordenador do Pré-Enem, Wellington Soares.

“Por meio das salas on-line, os estudantes recebem os conteúdos, informações sobre o Enem, material de apostila e é uma forma dos estudantes socializarem os materiais, inclusive, trocando redações. Tivemos um saldo positivo nas redações, com estudantes alcançando a pontuação superior a 900 pontos, estes acompanhando os grupos de sala on-line”, disse.

Novos quadros

Aos domingos, os alunos conhecerão as ações desenvolvidas pela Secretaria da Educação com o quadro a Seduc Ta On. Na estreia, a professora Lourdes Lopes, superintendente de Ensino Superior da Seduc, apresentou as possibilidades de ingresso ao Ensino Superior nos próprios municípios,, com a Universidade Aberta do Piauí (UAPI).

No primeiro momento, a professora e coordenadora da UAPI, Ivana Cabral, apresentou o funcionamento do Ensino Superior da UAPI, criada em 2016 para oferecer cursos superiores por meio do ensino a distância no Estado do Piauí.

“A UAPI é um programa inteiramente do Estado do Piauí e funciona por meio de parceria entre a Seduc, a Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (FAPEPI). Estamos em 120 municípios com o curso piloto de bacharelado em Administração, o que possibilita que o estudante tenha acesso ao Ensino Superior sem a necessidade de se deslocar para outros polos. O grande diferencial é a mediação tecnológica, que permite alcançar estes municípios”, pontuou a coordenadora.

Leia Também:  Promoção Energia em Dia vai sortear mais quatro prêmios no dia 28 de agosto

No quadro Fala Consultor, Felipe Lopes, consultor do Enem, destacou o tema Pesos nas provas, afirmando que “os pesos são basicamente a importância que a universidade dá para cada uma dessas provas como pré-requisito para um curso”. Felipe falou ainda sobre o cálculo que o estudante deve entender para obter a nota, segundo a área de conhecimento com o peso necessário para alcançar o objetivo e curso desejado.

As lives de revisão continuam com os quadros entre uma aula e outra como o “Bora louvar”, que homenageia e celebra artistas, escritores, personalidades brasileiras e internacionais, que contribuem ou contribuíram com a cultura mundial. Tem também o “Bora ler”, com sugestões de livros para os estudantes, que ao final do ano, terão lido cerca de sete livros da literatura brasileira e piauiense. Por fim, o quadro “Bora ver filme” com sugestões de filmes e ainda o “Bora Papear”, com conversas e tira dúvidas dos alunos.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA