AMARANTE

ESPORTES

Pia avalia como “algo muito sério” acusação de assédio contra Caboclo

Publicado em

ESPORTES


A técnica da seleção feminina de futebol, Pia Sundhage, comentou pela primeira vez a denúncia de assédio sexual envolvendo o presidente afastado da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo. Nesta quinta-feira (10), em entrevista coletiva transmitida pela CBF TV, a treinadora admitiu que o caso mexeu com o grupo, que está reunido para disputa de dois amistosos em Cartagena (Espanha), preparatórios para a Olimpíada de Tóquio (Japão). O primeiro deles nesta sexta (11), às 16h (horário de Brasília), contra a Rússia.

“É algo muito serio. Eu gostaria de poder explicar isso em sueco, pois inglês não é a minha língua materna e as palavras são muito importantes. É uma situação séria na qual fomos colocadas. Algo que, claro, falamos sobre. Você olha e tem sua opinião pessoal. Conversamos com as atletas. Informamos o que estava acontecendo e todas tiveram oportunidade de opinar e falar a respeito. Cada uma de nós, acredito, precisa ter responsabilidade sobre as respostas”, declarou Pia.

“No fim do dia, temos que dar um passo adiante. Estamos nos aproximando da Olimpíada. Sim, ficamos um pouco arrebatadas por toda essa situação e acho que é importante voltarmos o foco para o campo”, completou a técnica.

A coletiva de Pia foi o único contato com a imprensa organizado pela entidade desde segunda-feira (6), quando a seleção se reuniu na Espanha. Um dia antes, no domingo (5), o Comitê de Ética da CBF afastou Caboclo por 30 dias e que o processo envolvendo o dirigente, que se diz inocente, “tramitará perante a referida comissão, com a finalidade de apurar a denúncia apresentada”.

Leia Também:  Tênis de mesa: Takahashi estreia nesta terça no Masters da Espanha

Últimos testes

Após o embate contra a Rússia, nesta sexta (11), a seleção encara o Canadá, na próxima segunda-feira (14), também às 16h, Com 26 atletas à disposição após a chegada da zagueira Antonia, do Madrid CFF (Espanha), convocada na última quarta-feira (9), Pia pretende começar os jogos com a mesma base, diferente do que fez em partidas recentes, onde promoveu várias mudanças na formação entre um duelo e outro.

Na atividade desta quinta (10) à tarde, a treinadora definiu o time titular com Bárbara; Letícia Santos (de volta à seleção após 15 meses, a maior parte deles se recuperando de uma lesão no joelho direito), Bruna Benites, Rafaelle e Tamires; Formiga, Andressinha, Debinha e Marta; Bia Zaneratto e Ludmilla.

“Espero um time coeso. Se der tudo certo, teremos uma equipe parecida contra Rússia e Canadá. O mais interessante será [observar] quem virá do banco, porque esta será a jogadora que mudará o estilo da partida e isso será muito importante na Olimpíada. Teremos só dois dias de intervalo entre os jogos [em Tóquio]. Algumas delas ficarão cansadas, por isso precisaremos mudar. E, talvez, fazer mudanças por razões táticas”, explicou a treinadora, que admitiu ter “uma ou duas” dúvidas na equipe que considera ideal.

Letícia Santos (centro da foto) - seleção brasileira feminina de  futebol - treino Letícia Santos (centro da foto) - seleção brasileira feminina de  futebol - treino

De vota à seleção após 15 meses, a lateral Letícia Santos (ao centro a foto) está escalada para entrar em campo no amistoso desta sexta (11) –  Carolina Brito/CB/Direitos Reservados

“Ainda estamos um pouco incertos quanto a defesa. Eu disse que iria com seis defensoras e ainda é o meu objetivo. Mas ainda não temos certeza de que vai. A Erika [zagueira do Corinthians] estava contundida e se recuperou, mas ainda vamos testá-la. A razão de a Antônia estar aqui é para que todas sintam que têm de ir além na competitividade, mas também olhando o futuro”, explicou Pia.

A seleção feminina está no Grupo F da Olimpíada e estreia dia 21 de julho contra a China, na cidade de Rifu. No dia 24, no mesmo local, encara os Países Baixos. Por fim, no dia 27, em Saitama, as brasileiras encerram a participação na primeira fase diante da Zâmbia. A expectativa é que a lista com as 18 convocadas para Tóquio seja divulgada na próxima semana.

Leia Também:  Esgrima: Brasil encerra participação na Copa do Mundo de Sabre

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

ABC vence América-RN nos acréscimos e lidera Grupo 3 da Série D

Publicados

em


Fim de semana perfeito para o ABC. O Mais Querido manteve 100% de aproveitamento na Série D do Campeonato Brasileiro, com nove pontos, confirmou a liderança do Grupo 3 e, de quebra, venceu o Clássico-Rei contra o América-RN por 3 a 2 com um gol aos 50 minutos do segundo tempo, na Arena das Dunas, em Natal. Duelo foi transmitido ao vivo na TV Brasil.

ABC e América-RN entraram em campo pela terceira vez em 2021. Nos dois confrontos anteriores, pelo Campeonato Potiguar, cada equipe havia conquistado uma vitória. Na partida deste domingo (20), o Dragão foi ligeiramente melhor, mas errou muito na defesa e viu o time alvinegro virar o jogo no final. O América-RN permanece com três pontos, sendo duas derrotas consecutivas.

O Alvirrubro começou o jogo partindo para cima e quase fez o primeiro logo aos 4 minutos. Mazinho recebeu pela direita e chutou colocado, mas Jerfersson defendeu. Dois minutos depois, o América abriu o placar. Falta de longa distância que Esquerdinha cobrou no ângulo esquerdo. Golaço.

Leia Também:  Série D: América-RN e Campinense duelam antes do mata-mata

O ABC respondeu também em falta. Aos nove minutos, Marcos Antônio soltou a bomba, obrigando Tanaka a fazer grande defesa. Dez minutos depois, o goleiro não foi bem. Bruno Souza cruzou pela esquerda e Tanaka saiu muito mal. Helitão aproveitou o erro e, sozinho, cabeceou para deixar tudo igual.

Apesar de ter mais posse de bola, o América não conseguia traduzir a superioridade em gols. A virada do ABC quase veio aos 43 minutos. O capitão Boaventura saiu jogando errado e a bola sobrou para Claudinho, que arriscou, mas foi parado por Tanaka. No rebote, Levi se precipitou e chutou em cima do goleiro.

O panorama da segunda etapa foi parecido com o dos primeiros 45 minutos. O América era melhor, mas errava muito na defesa. O Dragão ficou novamente na frente com gol de Boaventura, que aproveitou saída equivocada do goleiro Jerfersson. O zagueiro comemorou com um chute na bandeirinha de escanteio. No minuto seguinte, Max teve a chance de ampliar, mas acertou o travessão.

Leia Também:  Roland Garros: Osaka é multada após vitória e advertida sobre expulsão

No futebol, quem não faz, leva. O ABC subiu pela direita com Netinho, que cruzou com perfeição na cabeça de Valderrama. Desta vez, Tanaka não saiu do gol e o camisa 17 aproveitou e empatou. O jogo passou a ficar mais tenso e menos emocionante, com poucas chances para as duas equipes.

Quando o empate parecia inevitável, o ABC fez o terceiro aos 50 minutos. Contra-ataque pela direita e novo cruzamento de Netinho. A zaga não conseguiu afastar e a bola sobrou para Alan Pedro. Afoito, Elton derrubou o adversário dentro da área. Pênalti que Marcos Antônio cobrou com perfeição e fechou o placar. Na comemoração, o camisa 27 imitou Boaventura e também chutou a bandeirinha de escanteio.

Na próxima rodada, o ABC recebe o Atlético-CE no domingo (27), às 15h (horário de Brasília), no Frasqueirão. Antes, na quarta-feira (23), às 21h15min, também no Frasqueirão, o Alvinegro encara o Globo no jogo de volta da final do Campeonato Potiguar. Já o América-RN visita o Caucaia no sábado (26), às 16h, no Raimundão, pela Série D.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA