AMARANTE

Brasil

Parada LGBT+ neste domingo em São Paulo terá testes rápido de HIV

Avatar

Publicado em

Brasil


A 25ª edição da Parada do Orgulho LGBT+ ocorre neste domingo (6) em São Paulo e, pela primeira vez, aborda a questão da epidemia de HIV/Aids. Com o tema Ame+, Cuide+, Viva+, o evento será virtual pelo segundo ano consecutivo por conta da pandemia de covid-19, mas terá uma atividade presencial, promovida pela Secretaria Municipal de Saúde, com testagem rápida para identificação do HIV.

A ação ocorre entre 11h e 15h no Elevado Presidente João Goulart próximo à estação de metrô Marechal Deodoro. Um veículo adaptado estará no local para realizar os testes. O cadastro dos interessados termina meia hora antes do encerramento da testagem. Duas tendas serão montadas para dar o resultado aos interessados e evitar que duas pessoas estejam dentro do veículo ao mesmo tempo, mantendo assim os cuidados sanitários.

O teste rápido será feito por punção digital para evitar que a pessoa tenha que retirar a máscara, como ocorre com os exames que utilizam fluido oral. A secretaria destaca que o resultado sempre é dado por um profissional da saúde em local isolado, garantindo o sigilo. Em caso de resultado positivo, é feito um exame confirmatório. A pessoa será orientada pela equipe de saúde a buscar uma unidade de saúde especializada para iniciar o tratamento.

Leia Também:  Polícia Civil prende homem que confessou ter estuprado amiga desacordada

Também serão disponibilizados preservativos, tanto masculinos como femininos, além de sachês de gel lubrificante e autoteste para HIV. 

Outra ação de testagem está programada para o dia 27 de junho, data que antecede o Dia Mundial do Orgulho LGBT, em 28 de junho.

A transmissão da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo será das 14h às 22h pelo canal da associação da parada, APOLGBT, no Youtube. A programação terá shows, entrevistas, com participação de representantes de governos, organizações internacionais e da sociedade civil. Acompanhe:

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasil

Morre em Brasília o ex-vice-presidente da República, Marco Maciel

Avatar

Publicados

em

Ex-vice-presidente Marco Maciel Foto: Agência Senado

Morreu neste sábado em Brasília o ex-vice-presidente da República, Marco Maciel. O político também foi deputado federal, senador e governador de Pernambuco. A Presidência da República decretou luto oficial de três dias no país.

Marco Maciel tinha 80 anos estava internado para tratar de uma infecção respiratória. Há 7 anos lutava contra a doença de Alzheimer. Advogado, começou na política em 1966,foi deputado, senador, governador de Pernambuco e vice-presidente da República nos dois mandatos de Fernando Henrique Cardoso. Também ocupou uma cadeira na academia brasileira de Letras.

Pelas redes sociais, políticos lamentaram a morte o ex-presidente. Fernando Henrique Cardoso disse que a principal característica de Marco Maciel era lealdade e que exercia as suas funções com competência e discrição.

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou que Maciel contribuiu para o engrandecimento do Brasil pautado por ética e probidade. O presidente do Senado Rodrigo Pacheco considerou uma enorme perda para a política brasileira. já o presidente da Câmara, Arthur Lira, disse que Marco Maciel foi um homem aberto ao diálogo.

Leia Também:  Marido perdoa suspeita de matar filha para ficar com genro

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, decretou sete Dias de luto oficial e declarou que o Brasil perde um político sempre aberto ao entendimento. ACM Neto, presidente do DEM – partido que Marco Maciel ajudou a fundar, falou em história irretocável e dedicação ao Brasil. O corpo de Marco Maciel foi velado no Senado Federal em uma cerimônia fechada para familiares e amigos.

Autoridades dos três poderes compareceram. Os dragões da independência fizeram as honras carregando o caixão em marcha até o salão negro. Marco Maciel deixa mulher e três filhos.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA