AMARANTE

ESPORTES

Organizadores cogitam Tóquio sem torcida em meio a ceticismo público

Avatar

Publicado em

ESPORTES


Os organizadores da Olimpíada de Tóquio 2020 adotaram medidas mais rígidas para combater o novo coronavírus (covid-19) nesta quarta-feira (28), incluindo um plano para examinar os atletas diariamente, enquanto tentam tranquilizar um público japonês cada vez mais cético em meio ao agravamento da pandemia.

Faltando três meses para os Jogos adiados, o Japão está sendo prejudicado por uma campanha de vacinação lenta que provoca dúvidas sobre a viabilidade do evento. Parte da ira pública se voltou ao primeiro-ministro, Yoshihide Suga, que prometeu várias vezes que a Olimpíada acontecerá.

Os espectadores estrangeiros já foram excluídos, mas só se decidirá se espectadores do país poderão ou não assistir ao evento em junho, poucas semanas antes do início dos Jogos no dia 23 de julho.

A presidente da Tóquio 2020, Seiko Hashimoto, disse que, embora os organizadores queiram o máximo de espectadores possível, estão prontos para adotar todas as medidas para garantir a segurança.

“Estamos preparados para realizar os Jogos sem espectadores”, disse ela em uma coletiva de imprensa após uma reunião para finalizar a segunda edição dos “manuais” de regras da Olimpíada e da Paralimpíada.

Os organizadores, entre eles o comitê organizador da Tóquio 2020, o Comitê Olímpico Internacional (COI), o governo japonês e o Comitê Paralímpico Internacional, disseram em um comunicado conjunto que “acionarão todas as contramedidas possíveis e darão prioridade máxima à segurança”.

Leia Também:  Sem sentir a perna, Anderson Silva passa a noite internado

Quanto à segurança, os organizadores querem garantir ao público japonês que “fazem o que deve ser feito”, disse Christophe Dubi, uma autoridade do COI, em uma entrevista coletiva por videoconferência.

Ele ainda defendeu a decisão de não tornar as vacinas contra covid-19 obrigatórias para visitantes, dizendo que nem todo país tem acesso a elas.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Surfe: Ítalo Ferreira chega às quartas de final em Margaret River

Avatar

Publicados

em


O mar de Main Break voltou a subir, o que permitiu o retorno das disputas da etapa de Margaret River (Austrália) do Circuito Mundial de Surfe. E quem avançou para as quartas de final da competição foi o atual campeão mundial Ítalo Ferreira, que superou (por 16,57 a 10,83) o também brasileiro Caio Ibelli na noite desta quarta-feira (5).

Na próxima fase, o potiguar medirá forças com outro membro da Brazilian Storm, Filipe Toledo, que bateu Jadson Andre por 11,83 a 9,47 nas oitavas de final.

Quem ficou pelo caminho foi Gabriel Medina, que cometeu muitos erros diante do havaiano Seth Moniz. O sexto brasileiro nas oitavas, Peterson Crisanto, foi superado pelo bicampeão mundial John John Florence, que triunfou por 13,50 a 8,97.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ex-técnico da equipe de ginástica dos EUA comete suicídio
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA