Press "Enter" to skip to content

No Ceará, piauiense é preso ao confessar que matou esposa e filhas: “sufoquei por várias vezes”

O piauiense apontado como o responsável de matar toda a família em Fortaleza foi preso na manhã desse sábado (02). O crime aconteceu na sexta-feira, dia 1º, na casa onde moravam as vítimas: a esposa e as duas filhas.

Ele foi preso por policiais do 16º Batalhão de Polícia Militar (BPM) ainda em flagrante numa casa abandonada em um terreno baldio. Segundo a polícia ele estava sentado quando foi encontrado.

Antonio Humberto dos Santos é piauiense, natural de União. Ele teria reagido ao receber voz de prisão. Ao ser questionado pela polícia sobre as razões que lhe levaram a praticar os crimes, ele disse apenas que não sabia.

Houve uma negociação com o comandante. O acusado dos crimes percebeu que não havia nenhuma chance de fuga porque o local estava totalmente cercado pela polícia.

O piauiense ficou escondido próximo ao local dos crimes por mais de 24 horas desde o ocorrido. As vítimas foram identificadas: Josélia Nunes Moura Santos, 39 anos, e as duas filhas: Clara Mayelle Nunes Moura dos Santos, 11 anos, e Yonara Antonele Nunes Moura Santos, de 7 anos.

O assassino escreveu com pedras na casa abandonada os nomes das filhas e da esposa em uma coluna no local onde se escondeu: “Yonara, Clara, Josélia, Deus te conforte”.

Em outra frase, ele fez a confissão: ”bati na cabeça da Josélia e da pequena com um pau, a Clarinha usei uma faca. Sufoquei por várias vezes, até..”

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *