Press "Enter" to skip to content

Falso padre é preso após lucrar mais de R$ 200 mil aplicando golpes

Nessa quarta-feira (12) um homem de 25 anos foi preso no Recife-PE por aplicar golpes fingindo ser padre. Com a prática, ele já tinha lucrado mais de R$ 200 mil, entre janeiro e novembro de 2019, no Rio de Janeiro.

O falso padre, identificado pelas iniciais L. F. de S., foi preso por um policial se disfarçou de carteiro para não chamar a atenção.

O delegado Carlos Couto, da delegacia de Jardim São Paulo, coordenou a operação em conjunto com a 48ª Delegacia de Serpédica, no Rio de Janeiro. O falso padre se apresentava como Luiz Benjamim Alvarenga.

Apenas de uma família com quem morou, ele teria roubado cerca de R$ 100 mil, segundo informou o delegado. Ele chegou a ser preso em dezembro pela policia do Rio de Janeiro.

L. F. de S. estava morando na Zona Norte do Recife, e foi encontrado na casa de uma tia no bairro Espinnheiro, na mesma região da cidade. Foram encontradas com ele batinas e credenciais que seriam usadas em um retiro, organizado supostamente pela Arquidiocese de Olinda e Recife durante o Carnaval.

Quatro vítimas prestaram queixas contra o falso padre. Não foram confirmadas ainda nenhuma denúncia contra ele em Pernambuco por estelionato. Ele teve prisão preventiva decretada pela Justiça do Rio de Janeiro pelos crimes de estelionato, furto, falsidade ideológica e falsificação de documentos.

Segundo informações, com o dinheiro dos fiéis, ele comprou dois terrenos no Recife e dois em Santa Cruz da Baixa Verde, no Sertão de Pernambuco. Ele foi encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na região Metropolitana do Recife.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *