Menu...

25 de setembro de 2018

Carro é roubado dentro do estacionamento do Detran, em Brasília


Hospital de Olhos

O carro de um homem foi roubado dentro do estacionamento do Detran em Brasília. Nem no Detran, o motorista está livre dos roubos. O motorista tinha acabado de entregar todos os documentos para transferir o carro do Rio de Janeiro para Brasília.

O que ficou registrado no Boletim de Ocorrência na delegacia: o furto foi durante o dia. Local do crime: estacionamento do Detran.

Depois de enfrentar fila, pagar multa e apresentar os documentos para provar que fez a vistoria, o militar Felipe dos Santos e Silva finalmente conseguiu transferir o carro, que tinha comprado no Rio, para o nome dele. Mas quando voltou para pegar o carro, o susto. A vaga, no estacionamento do Detran, estava vazia. Foi há uma semana.

“Quando olhei a vaga não acreditei, dei duas, três, quatro, cinco voltas ali e até hoje não acredito que meu carro foi roubado dentro do Detran”, afirma.

O estacionamento é todo cercado por grades, monitorado por câmeras de segurança e na entrada tem vigias 24 horas por dia. Mas, questionado sobre o furto do carro, o Detran informou que essa é uma área pública.

O chefe do depósito disse que o furto ali dentro reflete o aumento da criminalidade em todo o Distrito Federal. Ele orientou Felipe a procurar a assessoria jurídica do departamento. “A gente fica constrangido também de passar essa notícia de que houve no estacionamento este assalto, mas é uma área aberta, todos têm acesso, a vigilância patrimonial do Detran é responsável sim pela vigilância do prédio, mas dos bens que guarnecem o prédio”, afirma Arthur Magalhães, chefe do depósito do Detran.

No mesmo dia, Felipe procurou a polícia, que ainda não encontrou o carro. Ele disse que viu as imagens feitas pela câmera de segurança, mas não conseguiu uma cópia, apenas um documento que descreve a cena registrada pela câmera e mostra que os bandidos entraram no estacionamento com um carro de cor prata e saíram de lá cinco minutos depois.

Para o advogado Paulo Roque, se o furto foi dentro do Detran e se havia monitoramento por câmeras, o órgão tem o dever de ressarcir o prejuízo. “O que se discute é se ali havia ou não segurança. Se de fato havia essa segurança, essa vigilância para aquele estacionamento que é utilizado pelo órgão público ou pelo Detran, nesse caso os tribunais, inclusive o Superior Tribunal de Justiça, tem dito que o órgão público deve indenizar”, afirma.

O chefe do depósito do Detran disse que ficou constrangido. Felipe não tinha seguro e calcula que o prejuízo é de R$ 30 mil.

via: Bom Dia Brasil

Tags: , ,

Comente aqui

ut mattis dictum Praesent dapibus tristique ultricies leo. commodo