Menu...

Última Notícia

9 de dezembro de 2018

Assaltante mata empresária com tiro na cabeça em Teresina


Hospital de Olhos

Uma mulher foi assassinada durante a madrugada dessa quarta-feira (27) em uma tentativa de assalto na rua Area Leão, no bairro Monte Castelo, na zona Sul de Teresina. A vítima foi identificada como Tânia Alves, de 53 anos, proprietária de um bar nas proximidades da capelinha de palha.

Ela estaria voltando de um aniversário no Morada Nova com outras duas mulheres quando juntas foram abordadas por dois bandidos em uma moto que logo anunciaram o assalto.

A comerciante estava conduzindo o próprio automóvel quando os assaltantes entraram na frente do veículo e a obrigaram a entregar o celular. A informação é do agente de Polícia Civil do Departamento de HOmicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), Lucídio Melo.

“Ela se dirigia no sentido da residência dela, voltava de um aniversário que havia acontecido no bairro Morada Nova juntamente com duas amigas, ao chegar no cruzamento da Manoel da Paz com Área Leão, o elemento surgiu já atrás da esquina de arma em punho, se jogou na frente do carro, mandou que ela parasse e já foi anunciando o assalto, pedindo o celular. Estamos fazendo levantamentos, o carro já passou por uma perícia e vai ser recolhido para o Instituto de Criminalística, mas inicialmente ele chegou anunciando o roubo e já foi disparando, o tiro atingiu a cabeça da vítima que veio a óbito a cerca de 10 metros do local onde foi baleada. O disparo foi na altura do olho direito”, declarou.

O agente disse ainda que as amigas da vítima relataram o ocorrido. “Foi um latrocínio porque ele anunciou o assalto e após balear a vítima ele já foi pedindo os pertences. As duas testemunhas que se encontravam com ela foi quem nos relataram essa parte da ocorrência, porque elas estavam dentro do carro e presenciaram tudo, infelizmente ela não chegou a ser socorrida, veio a óbito no local”, disse.

A vítima, após ser atingida com o tiro, arremessou o carro para cima de uma calçada. O corpo foi conduzido para o Instituto Médico Legal (IML). Os peritos do Instituto de Criminalística fizeram a perícia no local.

“Ela é uma pessoa bastante conhecida, possivelmente sejam elementos da área do 6º distrito e vamos realizar diligências na região”, afirmou o chefe de investigação Joatan.

Tags:

Comente aqui

massa felis Praesent Nullam velit, tempus efficitur. risus ipsum ut