Menu...

20 de setembro de 2018

Wilson diz que criou novo jeito de gerir e “sem pires na mão”


Hospital de Olhos

Em discurso na Assembleia Legislativa, o governador Wilson Martins (PSB) declarou que os investimentos no Piauí aumentaram em 60% e por isso o Estado se tornou menos dependente do Governo Federal.

“Não precisa mais daquela história do pires na mão, com idas e vindas de Brasília. Investimos mais de R$ 1 bilhão e uma parte significativa desses recursos é da arrecadação própria. É com isso que fizemos a ponte do Mocambinho e estamos fazendo a ponte da Frei Serafim. Pela primeira vez, a receita própria foi maior que os repasses do governo federal”, declarou o chefe do Estado, durante abertura do Ano Legislativo.

Wilson acrescentou que o Piauí cresce acima da média brasileira e citou como exemplo a segurança pública, a educação e o PIB.

“O Piauí é o Estado menos violento do país, aqui temos as melhores estradas, a Educação aqui cresce como em nenhum outro Estado. Nos últimos três anos, o Piauí vem se destacando em praticamente todas as áreas. Encerramos 2013 com PIB de R$ 30 bilhões, crescemos R$ 8 bilhões em apenas três anos. A pobreza extrema em 2010 alcançava 22%. Hoje está abaixo de 5%, ou seja, incluímos 600 mil pessoas em apenas três anos”, comemorou o governador.

Entre as melhorias na área de Educação, o gestor citou o piso salarial dos professores da rede estadual, que é 16% acima do piso nacional. “O Piauí tem o quarto melhor salário de professor da rede pública”, acrescentou.

Na área de segurança pública, o destaque foi para os programas de valorização do funcionalismo e o reajuste salarial da Polícia Militar que, segundo o gestor, chega a 111% em quatro anos. “Além disso, convocamos os aprovados e classificados nos concursos e mais de mil soldados se capacitaram e viraram cabos”, citou.

Para o governador, outro dado importante é o selo de área livre da febre aftosa, que valorizou o preço do gado e impulsionou os negócios na área da pecuária.

Wilson atribui o crescimento do Estado a um novo jeito de governar. “Reafirmo com plena convicção que um novo Piauí está acontecendo e isso começa com um novo jeito de administrar, com um plano de metas e estratégias. Estamos pensando no Piauí não só para os próximos quatro anos. Estamos elaborando o Plano de Desenvolvimento Econômico do Estado, que desenha os passos fundamentais para daqui a 40 anos”, completou Martins.

Fonte: Cidade Verde

Tags: , , , , , , , ,

Comente aqui

luctus felis elementum accumsan fringilla felis id, tempus