Menu...

19 de julho de 2018

Morre segurança baleado na cabeça em ataque a carro-forte em fevereiro


Hospital de Olhos

SEGURANÇA BALEADO – O vigilante Carlos Henrique, da empresa Prossegur, morreu nesta quarta-feira (7) depois de mais de 15 dias hospitalizado, sobrevivendo com a ajuda de aparelhos em um hospital de Teresina. Ele foi baleado na cabeça quando o carro-forte em que era segurança foi atacado por bandidos no dia 19 de fevereiro, entre Altos e Campo Maior.

A morte do segurança foi comunicada por uma filha do vigilante. O presidente do sindicato dos Vigilantes do Transporte e Segurança de Valores do Piauí, Eduardo Pinheiro, informou que o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico legal (IML) e, em seguida, para a família.

O velório aconteceu na residência da família, no bairro Renascença, zona Sudeste de Teresina. O sepultamento aconteceu em União.

O segurança teve a morte cerebral confirmada no último sábado (3), vindo a família decidir pela continuidade dos equipamentos ligados na esperança de que ele ainda reagisse.

Tags:

Comente aqui

suscipit in justo tempus porta. lectus et, id, eleifend ut