Produção agrícola do Piauí tem o segundo maior crescimento do país em 2021, segundo IBGE

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


O IBGE divulgou os números do prognóstico para a safra de grãos do país em 2021. A previsão é de que a produção de grãos no Piauí em 2021 aumente 9,74% em relação ao ano passado, alcançando um total de 5,4 milhões de toneladas. É o segundo maior crescimento do Brasil, que será de 2,5% este ano.

A soja, que responde por mais da metade da produção de grãos no Piauí, teve um crescimento na área plantada de 5,8%, passando de 758,9 mil hectares para 802,9 mil hectares, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

cerrado Produção agrícola do Piauí tem o segundo maior crescimento do país em 2021, segundo IBGE

O Governo do Estado, por meio do Instituto de Terras do Piauí (Interpi), tem contribuído com o aumento da área plantada graças à regularização fundiária, iniciada no Piauí em dezembro de 2019 com a sanção da lei estadual nº 7.294/2019. “Foi um avanço legislativo importante que vem garantindo maior segurança jurídica e paz social no campo”, afirma o presidente do Interpi, Chico Lucas.

Com a nova lei, os produtores rurais ficam mais seguros pra investir, já que passam a ter a titularidade das terras, facilitando a obtenção de financiamentos no próprio negócio. Nos dez primeiros meses de aplicação de 2020, a nova Lei de Regularização Fundiária do Piauí já permitiu a emissão de 3.661 títulos de propriedade de terra.

“A regularização fundiária e avanço na infraestrutura no sul do Piauí, tem impulsionado o crescimento econômico, com mais produção de grãos, algodão e madeira certificada – que reduz pressão sobre a derrubada da floresta da Amazônia”, afirma o governador do Estado, Wellington Dias.

Na área de infraestrutura, o governador ressalta o apoio da bancada federal, especialmente do senador Marcelo Castro, que empenhou nos últimos dois anos mais de R$ 400 milhões para desenvolver o Cerrado piauiense. “O trabalho da bancada do Piauí tem se destacado, e de modo especial o senador Marcelo Castro, que participou do diálogo com lideranças e técnicos que organizaram o Programa PRO Piauí, destacadamente o PRO Infraestrutura, integrando a produção aos principais polos de industrialização, portos e fornecedores de insumos”, reconhece Wellington.

Marcelo Castro conseguiu até agora R$ 100 milhões para pavimentar o trecho III da PI 397 (Transcerrado). Em 2019, foram empenhados R$ 25 milhões; em 2020, mais R$ 15 milhões no primeiro semestre e mais R$ 60 milhões no final do ano.

Já a PI 392, o senador conseguiu empenhar, no final de 2020, R$ 60 milhões para a obra no trecho que vai de Bom Jesus a Baixa Grande do Ribeiro. O valor complementou os R$ 40 milhões empenhados anteriormente para o trecho de Currais a Bunge Laranjeiras, através da Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans-PI).

Na BR 235, foram R$ 120 milhões de Marcelo Castro. O trecho da rodovia de Gilbués a Santa Filomena está pronto, e a ponte sobre o rio Parnaíba também já está sendo concluída. “No trecho que vai da divisa Bahia-Piauí a Bom Jesus, já temos 120 milhões empenhados, com mais de 60 quilômetros construídos (estrada já chegou a Guaribas) e recursos suficientes para construir mais 16 km”, afirma o senador Marcelo Castro.

Entre outros recursos empenhados pelo trabalho do parlamentar do MDB, estão R$ 46 milhões para recuperar a estrada que vai de Bertolínia a Baixa Grande do Ribeiro, R$ 30 milhões para recuperar a estrada que vai de Redenção do Gurguéia a Corrente, garantindo acesso ao calcário produzido em Curimatá e R$ 3 milhões para via de acesso à usina de calcário em Santa Filomena.

Todas essas rodovias dão acesso aos municípios mais produtores do Piauí. O governador ressalta a importância da Transcerrado, que possui 330 km ligando uma reserva de calcário no município de Antônio Almeida a outra reserva de calcário em Santa Filomena, passando sobre os platôs de produção. “E ainda a ligação com Baixa Grande do Ribeiro/ Ribeiro Gonçalves e Currais / Bom Jesus, as PIs 392 e 397 se integram com a ferrovia Transnordestina, também em obras. E tudo gerando emprego e crescimento econômico para o Brasil, no Piauí”, comenta o chefe do Executivo Estadual.

Fonte: Governo PI

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist