Menu...

19 de junho de 2019

Piauí registra investimento histórico em mobilidade urbana


Hospital de Olhos

Publicidade

Nunca se investiu tanto em mobilidade urbana no Piauí como nos últimos três anos. Estradas, avenidas, viadutos e pontes estão sendo construídas, ampliadas ou reformadas de Norte a Sul do estado com o intuito de dar mais agilidade e conforto a quem trafega dentro e entre os municípios piauienses.

Duas grandes obras já estão em andamento, o Rodoanel de Teresina e a Transcerrados que se caracterizam, respectivamente, como a maior intervenção de mobilidade urbana da capital e do estado. Com a conclusão da primeira grande obra, a distância entre as saídas Sul (BR 316) e Norte (BR 343) de Teresina será reduzida em 15 quilômetros. Já a Transcerrados interligará o setor produtivo do Sul do estado, encurtando distâncias e valorizando a produção de grãos.

Cidades como Picos e Floriano também estão sendo contempladas com obras que visam melhorar o tráfego no seu perímetro urbano. Em Picos, por exemplo, o Governo vai investir R$40 milhões em obras de mobilidade urbana, tais como a construção de um viaduto sobre a segunda passagem do rio Guaribas, além da pavimentação de bairros e avenidas.

Em Teresina, por exemplo, há ações para a construção de viadutos, como da Avenida Miguel Rosa com BR-343, e no balão do São Cristóvão. Está-se investindo ainda na duplicação das vias do metrô e na construção de novas estações. Tudo isso, com o objetivo de garantir mais flexibilidade e rapidez nos deslocamentos diários da população.

Publicidade

Rodoanel de Teresina – É a maior obra de intervenção de mobilidade urbana da cidade e conta com investimentos de R$ 80 milhões. A obra reduzirá em 15 quilômetros as saídas Sul (BR 316) e Norte (BR 343) da capital e contempla 28 quilômetros de pista dupla, dois viadutos e uma ponte.

Rodoanel de Parnaíba – Conta com investimentos da ordem de R$5.705.600, 27. As novas vias darão mais fluidez ao trânsito da cidade, desafogando o tráfego de veículos de cargas que costumam circular pelo Centro.

Transcerrados – Com investimento total de R$340 milhões, a via terá 340 quilômetros de extensão, cortando os Cerrados piauienses de Sebastião Leal até a BR 235. A obra vai interligar o setor produtivo do Sul do Estado, encurtando distâncias e valorizando a produção de grãos.

Contorno Rodoviário de Canto do Buriti – A construção do anel viário do município prevê pista duplicada de 10,89 quilômetros de extensão e canteiro central. Para esta obra estão sendo aplicados R$6.959.124,21.

Nova Ponte Wall Ferraz – Com investimento de R$24 milhões, serão construídas três novas faixas de rolamento sobre o rio Poti, interligando os bairros Ilhotas e São João. A obra tem por objetivo desafogar a passagem de quem vai da zona Leste para Zona Sul e vice-versa, criando um novo corredor com três faixas a mais que as duas atuais. Os recursos aplicados na nova ponte são oriundos do Tesouro Estadual e financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Nova Ponte da Avenida Frei Serafim – A nova ponte trará mais mobilidade a um dos principais corredores da capital, ligando a avenida Frei Serafim (Centro) à João XXIII (Zona Leste). A ponte terá 427 metros de extensão e dez metros de largura com três novas faixas. Cerca de R$20 milhões estão sendo investidos na obra.

Prolongamento da Avenida Barão de Castelo Branco – Esta é uma obra que será executada em parceria com a Prefeitura de Teresina e vai permitir desafogar o tráfego na avenida Miguel Rosa.

Publicidade