Menu...

19 de julho de 2018

Passageiros ficam feridos ao tentar fugir de assalto a coletivo em Teresina


Hospital de Olhos

PASSAGEIROS FERIDOS – Durante um assalto a um ônibus coletivo na avenida Miguel Rosa em Teresina nessa quarta-feira (13) por volta das 20h40, sete pessoas ficaram feridas, duas delas com fraturas graves.

Elas eram passageiras do coletivo que faz a linha da Cerâmica Cil / Miguel Rosa. O motorista do ônibus afirmou que os bandidos foram muito violentos.

Numa descrição do ocorrido, o 1º Batalhão da Polícia Militar (BPM) afirmou que dois suspeitos estavam armados, um com revólver e outro portando uma faca. Os bandidos entraram no ônibus e anunciaram o assalto próximo à avenida Nações Unidas.

O motorista, que não teve a identidade informada, disse que os passageiros ficaram em desespero e arrombaram as portas do coletivo para saírem do veículo ainda em movimento.

Os assaltantes, segundo a polícia, empreenderam fuga em um carro de outra vítima, que passava pelo local. “Depois que as pessoas pularam do ônibus, os dois assaltantes desceram e renderam outra vítima que passava de carro, no momento“, disse major Adão, do 1º BPM.

Sem se identificar, um dos passageiros afirmou que a porta abriu quando as vítimas tentaram fugir. Eles teriam se escondido nas escadas próximo à porta de saída do coletivo.

Atendimento aos passageiros feridos

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fez o socorro das vítimas e as encaminhou para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Dois passageiros tiveram ferimentos graves, além de sofrerem fraturas nas pernas e clavícula, devendo os dois passarem por cirurgia.

A polícia está na investigação do caso. De acordo com o secretário de Segurança, Fábio Abreu, os pertences roubados dos passageiros durante a ação foram identificados e recuperados pela polícia. Ele assegura que os suspeitos já estão identificados. “A gente busca agora a recuperação do veículo que eles tomaram de assalto ao saírem do ônibus. Os indivíduos que praticaram a ação já estão identificados e serão presos, pode ter certeza!”

Tags:

Comente aqui

ultricies consequat. lectus sit mattis ipsum Sed ante.