Partidos se mobilizam para indicar representantes nas comissões técnicas

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


O deputado estadual Cícero Magalhães defende que o Partido dos Trabalhadores assuma a presidência da Comissão de Constituição e Justiça, a principal comissão técnica da Assembleia Legislativa, pelo critério de merecimento e por ter a maior bancada na Casa.

“Outros partidos, em acordo, já presidiram a comissão. Em 2019 foi o PP. Em 2020 foi o MDB. Agora deve ser o PT. Nós estamos reinvindicando a presidência da CCJ, não menosprezando as outras comissões, mas esta é a que tem maior visibilidade”, justificou.

A Assembleia tem 11 comissões técnicas, mas a CCJ é a mais cobiçada por ser dela a decisão de receber ou não os projetos de lei e mensagens dos outros poderes. Todos os partidos estão se mobilizando para a escolha dos seus representantes nessas comissões.

Até ontem (3), apenas o Progressistas havia apresentado os nomes nas comissões. Segundo o deputado B. Sá (PP), o deputado Júlio Arcoverde ficará na CCJ, ele próprio irá para a Comissão de Fiscalização e Controle, Finanças e Tributação. O deputado Firmino Paulo irá para Comissão de Administração Pública e Política Social.

Durvalino Leal – Edição: Katya D’Angelles

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist