Mesmo com a pandemia, Piauí consegue contratar três novos projetos de PPP em 2020

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


Mesmo em um ano difícil, em que uma pandemia impactou a economia e a sociedade de uma forma severa, a Superintendência de Parcerias e Concessões do Governo do Piauí (Suparc) conseguiu contratar três importantes projetos de Parceria Público-Privada (PPP). Trata-se do Habitar Servidor, as Miniusinas de Energia Solar e o Terminal Turístico de Barra Grande. Essas iniciativas devem ajudar a gestão estadual a enfrentar a crise econômica, gerando economia aos cofres públicos e impactando diretamente na geração de emprego e renda, na redução do déficit habitacional, no incentivo turismo e no uso de fontes de energia ambientalmente sustentável.

O Habitar Servidor é a primeira PPP de Habitação do Piauí e vai viabilizar a construção de 500 apartamentos em um terreno do governo do Estado com localização privilegiada na zona Leste de Teresina. As obras e comercialização dos apartamentos já devem começar no início de 2021 e a prioridade são servidores públicos estaduais, especialmente policiais militares. Os apartamentos terão preço subsidiado e a Caixa Econômica Federal vai financiar até 80% do valor do imóvel.

As empresas vencedoras da licitação da PPP da Miniusinas de Energia Solar Fotovoltaicas devem começar a construir as estruturas também em 2021. A proposta prevê a instalação e gestão de oito miniusinas que deverão garantir a geração de energia em quantidade suficiente para abastecer os prédios da Administração Pública Estadual. O contrato tem previsão total de investimentos no valor de R$ 150 milhões e deve gerar uma economia de cerca de R$ 10 milhões para os cofres públicos. As oito miniusinas devem gerar 650 mil kWh/mês e ainda devem resultar em cerca de 640 novos empregos, diretos e indiretos, nas cidades contempladas no projeto.

O Terminal Turístico de Barra Grande, localizado na cidade de Cajueiro da Praia, teve o Termo de Permissão assinado em dezembro de 2020. A PPP vai garantir a recuperação de todo o espaço físico e viabilizar a gestão e a manutenção do equipamento pelos próximos anos, melhorando a recepção aos turistas que chegam ao litoral do Piauí.

“Esse terminal tem uma importância estratégica para o turismo do estado, por estar localizado em uma das regiões que mais vem se destacando pelo número de turistas que recebe. A parceria com a iniciativa privada vai impulsionar ainda mais esse setor e dar mais conforto aos visitante que precisam se deslocar de transporte rodoviário, sem contar a geração de emprego e renda que o funcionamento desse equipamento vai permitir”, destacou Viviane Moura, superintendente de Parcerias e Concessões (Suparc).

SAVE 20201231 081039 Mesmo com a pandemia, Piauí consegue contratar três novos projetos de PPP em 2020

Foto: Jarbas Santana

Concessionárias de PPPs investiram já quase R$ 700 milhões no Piauí

Águas de Teresina; Nova Ceasa; Arena Verdão e Terminais Rodoviários de Teresina, Picos e Floriano completam a carteira de projetos de PPPs contratados do Piauí. Em 2020, eles já somaram mais de R$ 700 milhões em investimentos da iniciativa privada em setores estratégicos, como o abastecimento de água e o saneamento básico, por exemplo. Além disso, essas concessionárias já geraram mais de 3 mil empregos diretos, desde o início das concessões.

A Águas de Teresina universalizou o serviço de abastecimento da capital em 2020, mesmo com a pandemia. Os investimentos da empresa este ano ultrapassam os R$ 400 milhões e fizeram com que a capital contasse com o fornecimento de água regular, além dos empregos gerados com esse trabalho.

A PPP Piauí Conectado já disponibiliza internet em 101 municípios e deve chegar às 224 cidades piauienses até 2022. A concessionária ainda entregou, em 2020, um moderno Centro de Controle que monitora toda a operação dos serviços de conectividade e que conta com equipamentos de última geração.

Durante a pandemia, as concessionárias se uniram ao governo em ações para amenizar os efeitos da crise. Exemplo disso foi o Ginásio Verdão, que serviu de base para funcionamento do Hospital de Campanha para atender pessoas com sintomas leves de Covid-19. Já a concessionária Piauí Conectado garantiu internet para manter os serviços públicos funcionando de forma remota e ainda auxiliou com a distribuição de computadores para diversos órgãos públicos poderem realizar o trabalho na pandemia, o que possibilitou, por exemplo, as visitas virtuais entre pacientes internados e familiares que sofriam com a distância e o isolamento imposto. Nova Ceasa e Rodoviária continuaram funcionando e mantendo serviços que são essenciais à disposição da população.

“São várias ações que não podem ser contabilizadas apenas em números, em dinheiro economizado pelo poder público ou em investimento realizado pela iniciativa privada. É um conjunto de resultados que demonstram na prática a melhoria dos serviços e os ganhos para a população, a partir dessas parcerias”, destaca Viviane Moura.

A Suparc tem atualmente 45 projetos que compõem a carteira. Dentre eles, as prioridades para contratação em 2021 são: Rodovia Transcerrados, Aeroporto Regional de Parnaíba, Parque Zoobotânico de Teresina e Shopping Piauí Center Modas.

Fonte: Governo PI

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist