Menu...

25 de setembro de 2018

Gerente de banco é indenizada em mais de R$ 300 mil por ficar 13h na mira de assaltantes


Hospital de Olhos

Uma gerente mantida em cárcere privado após sequestro realizado no município de Picos, foi indenizada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT), da 22ª região, em R$ 338 mil. O crime aconteceu no ano de 2003, quando ela permaneceu em poder dos assaltantes por mais de 13h dentro da própria residência.

Mais de 30 bancos já foram assaltados em todo o estado do Piauí. A maioria deles com uso de explosivos. Uma prática comum dos bandidos nos assaltos é fazerem reféns clientes e gerentes.
A gente, identificada apenas como S.P.B. entrou com uma ação por danos morais e também materiais contra a Caixa Econômica Federal (CEF). De acordo com a perícia médica, a gerente sofreu distúrbios psiquiátricos múltiplos após o sequestro, além de estresse pós-traumático. O desembargador Wellington Jim Boavista foi o relator da ação.

De acordo com o Tribunal Regional, cabe à empresa o cumprimento das normas de segurança e medicina do trabalho. Na ação, a Caixa não assume conduta culposa e ainda argumenta que a gerente provou suas alegações. O pedido do banco não foi acatado pelo pleno, que concedeu a indenização para a vítima.

Com informações do Portal Cidade Verde

Tags: , ,

Comente aqui

non elit. ante. tempus Sed dictum Aliquam vel, felis id