Fepiserh capacita equipes do Hospital de Picos sobre parada cardiorrespiratória

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


O Hospital Regional Justino Luz, por meio do seu Núcleo de Segurança do Paciente, realizou de 04 e 11 de dezembro um treinamento sobre Parada Cardiorrespiratória (PCR) para a equipe de enfermagem do setor de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), onde são tratados os pacientes com Covid-19.

O curso foi ministrado pelo médico Mário José e pelo técnico de enfermagem Edilberto Lima. Durante a capacitação foram utilizados manequins próprios para ilustrar e praticar as manobras de ressuscitação.

001 Fepiserh capacita equipes do Hospital de Picos sobre parada cardiorrespiratória

O êxito na reversão de uma parada cardíaca depende de fatores como: condições clínicas do paciente antes da parada cardiorrespiratória, as causas que determinaram a parada, uniformidade e perfeição das manobras aplicadas de ressuscitação cardiopulmonar (RCP) envolvendo pessoal leigo e de equipes devidamente treinadas.

De acordo com o diretor-técnico do Hospital Justino Luz, Tércio Luz, para um atendimento de pacientes com PCR é importante que o profissional de saúde tenha conhecimento científico especializado. “O primeiro passo é reconhecer os sinais de PCR, identificar as principais arritmias cardíacas, reconhecer os principais medicamentos utilizados nestas situações, além de outros”, destaca.

“A cada minuto que passa, a chance de sobrevivência é 10% menor, por isso é necessário encurtar esse tempo ao máximo. Se passarem cinco minutos, a chance de sobrevivência desse indivíduo é muito pequena”, conta Tércio.

004 Fepiserh capacita equipes do Hospital de Picos sobre parada cardiorrespiratória

Ainda de acordo com o médico, o infarto do miocárdio ocorre principalmente em pessoas a partir de 45 anos e pode começar com uma simples dor no peito e que se irradia pelo braço esquerdo. O médico alerta que as pessoas próximas precisam telefonar para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) no número 192. “Se a vítima perder a consciência, quem estiver ao seu lado deve chamar por ela, acionar o Samu e começar a fazer a massagem até o suporte chegar com a ambulância”, alerta.

Para o presidente da Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISERH), Pablo Santos, órgão que administra o Hospital de Picos, a capacitação das equipes faz parte do plano de melhorias e modernização do hospital. “Estamos efetuando uma agenda de treinamento das equipes desde 2018, intensificada com a pandemia, para humanizar o acolhimento e oferecer um atendimento de melhor qualidade para todos os usuários do Justino Luz”, ressalta Santos.

Fonte: Hospital Regional Justino Luz
Fonte: Governo PI

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist