Press "Enter" to skip to content

Duas mulheres são mortas a machadadas enquanto quebravam côco na mata

Duas mulheres foram mortas a machadadas no povoado Goiabeiras, na zona rural de Monsenhor Gil, informou o delegado do município, Danúbio Dias. O crime ocorreu na tarde de quinta-feira (13).

O prefeito de Monsenhor Gil, Francisco Pessoa da Silva, informou que quatro mulheres trabalhavam quebrando coco no povoado Goiabeiras quando um rapaz pegou um dos machados utilizados por elas e matou duas, as outras teriam conseguido fugir.

Segundo ele, os moradores do povoado Goiabeira afirmaram que o rapaz tinha problemas com depressão.

O assassino, um rapaz de 23 anos, que há dois anos passou por tratamentos para desintoxicação, devido ao excessivo consumo de drogas. Moradores acreditam que uma recaída pode ter sido o motivo da reação do acusado.

Quatro mulheres residentes do povoado Goiabeiras, cerca de 20 km do centro da cidade, estavam trabalhando na quebra de coco babaçu, dentro do matagal, quando o rapaz, que teria passado por problemas com drogas e depressão, teria chegado descontrolado e tomado para si um dos machados. Duas mulheres foram atingidas, outras duas conseguiram fugir.

Um grupo de policiais já se deslocou para o local. A busca a partir de agora serão na tentativa de prender o acusado que segue foragido, dentro do matagal na região.

Fonte: meionorte

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *