Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


A Coordenadoria Estadual de Políticas para as Mulheres (CEPM) lançou a campanha para o período de carnaval “Só se eu quiser…#nãoénão – Fica em Casa”. Em 2021, a fim de evitar aglomerações no período carnavalesco, o governador Wellington Dias assinou o decreto 19.445, que determina a suspensão, em todo o estado, da realização de festas ou eventos comemorativos do carnaval, incluindo prévias carnavalescas, em ambientes abertos ou fechados, promovidos por entes públicos ou pela iniciativa privada.

1 8 Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 

Com a campanha “Só se eu quiser… #não é não Fica em Casa”, a CEPM visa informar a sociedade sobre a importância de permanecer em domicílio e sem aglomerações durante a pandemia, além de enfatizar a necessidade do respeito a todas as mulheres e de denunciar qualquer violência, seja física, psicologia, moral ou patrimonial. Além disso, a iniciativa tem como objetivo divulgar os números dos telefones de entidades que ajudam no enfretamento à violência doméstica como Centro de Referência Francisca Trindade (86) 99433-0809, Polícia militar 190, Delegacia de Flagrante de Gênero (86) 3216-5042, Patrulha Maria da Penha (86) 99414-8857 e aplicativo para celulares Salve Rainha.

A coordenadora de Estado de Políticas para as Mulheres, Zenaide Lustosa, destaca que a campanha “Só se eu quiser…#NãoéNão Fica em Casa” será diferente por conta da pandemia. “Temos que nos preservar. Não podemos aglomerar. Mas também não podemos esquecer que a violência doméstica não para. Na campanha de 2020 denunciamos a importunação sexual e, neste 2021, continuamos falando sobre esse assunto devido aumento de violência contra as mulheres na internet também. Fique segura, fique em casa no carnaval, mas não aceite a violência doméstica. Ligue para a rede de enfretamento a violência contra a mulher porque essa situação atinge todas as mulheres”, explicou.

O Carnaval de 2021 será o segundo com a vigência da Lei da Importunação Sexual (13.718/2018), em vigor desde setembro do ano 2019, que tipificou o crime de assédio, estipulando pena de um a cinco anos de prisão para o agressor. Em 2020, durante o isolamento social, segundo o Anuário da Segurança Pública, foram registrados na capital 17 assassinatos de mulheres, quatro feminicídios em Teresina e 23 no interior. As mulheres corresponderam a 5,6% das vítimas de mortes violentas intencionais registradas na capital. No interior, elas foram 8,3%.

“Neste ano, precisamos continuar ficando em casa, fazendo o enfretamento da violência doméstica, coibindo e denunciando a importunação sexual, também, na internet, a exemplo, do combate à pornografia de vingança, que é distribuição de fotos e vídeos sem o consentimento da vítima”, declara Zenaide Lustosa. A gestora desta que, durante a pandemia, houve um aumento na troca de conteúdo íntimo, o que, consequentemente, acarreta em um aumento proporcional de crimes virtuais contra a mulher através de divulgação de vídeos, fotos e conteúdo digital sem seu consentimento.

Zenaide Lustosa lembra que a Lei da Importunação Sexual (13.718/2018) prevê pena para essas situações de violência no mundo digital, embora algumas pessoas desconhecem essa informação. “Geralmente, quando fala-se na importunação sexual, lembra-se do crime do assédio sofrido por mulheres em lugares como meios de transporte coletivo, ônibus e metrô. Antes da lei de 2018, isso era considerado apenas uma contravenção penal, com pena de multa”, explicou, convidando a sociedade piauiense a construir estratégias de enfretamento à violência doméstica e de gênero, permanecendo em casa e sem aglomeração para evitar a disseminação do Covid-19.

1 8 Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 
2 Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 
3 Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 
4 Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 
5 Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 
6 Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 
7 Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 
8 Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 
9 Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 
10 Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 
11 Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 
12 Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 
13 Coordenadoria da Mulher lança a campanha de carnaval “Fica em Casa” 
Fonte: Governo PI

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist