Menu...

20 de abril de 2019

Homem é acusado de matar amante com chave de roda em Teresina


Hospital de Olhos

A Polícia Civil anunciou a prisão do autônomo José Augusto de Lima, acusado de ter assassinado no último dia 16 de dezembro, Maria da Cruz Batista Vaz, encontrada na manhã do dia 17 de dezembro, na rua Demerval Lobão, no bairro de Fátima, zona Leste de Teresina. O acusado seria suposto amante da ambulante que teria cometido o homicídio no dia anterior, ficando com o corpo por cinco horas dentro de um motel.

Com a vítima foi encontrada um bilhete que foi determinante na elucidação do caso. A investigação da Polícia apurou que o crime foi executado em um motel da zona Norte de Teresina, localizado na avenida Centenário. No local, José Augusto e Maria da Cruz permaneceram das 14h28 às 22h18.

A perícia não encontrou nenhum vestígio de relação sexual entre os dois no dia do crime, porém o acusado alegou que os dois tinham um relacionamento. “A polícia não confirmou que essa informação era verdadeira, até porque ambos eram casados com outras pessoas”, disse o delegado Emerson Almeida, que comandou inquérito.

O acusado disse que estava sendo chantageado pela vítima para lhe dar uma quantia em dinheiro, para que ela pudesse viajar. O delegado disse que a investigação apurou, que na verdade, era José Augusto que perseguia a vítima.

Segundo a polícia, o assassinato se deu às 17 horas e, nas últimas cinco horas, o acusado tentou ocultar provas – limpou as manchas de sangue do chão e lavou a colcha da cama. Em interrogatório à polícia, José Augusto alegou que havia ocorrido um acidente, segundo ele, tinha empurrado Maria da Cruz que bateu com a cabeceira da cama e em seguida no chão.

O delegado argumentou que a justificativa dele não se sustentou. “A polícia acredita que ele empurrou a cabeça dela contra a cabeceira e em seguida quebrou seu pescoço com a chave de roda. Ele tentou realmente matá-la. Não se sustenta a versão de acidente. Neste momento, inclusive, ele alegou estar “endemoniado””, explicou.

Após assassinar Maria da Cruz, limpar os vestígios deixados no quarto e pagar a conta, ele levou o corpo para o local, por volta das 23 horas, onde foi encontrado no dia seguinte. Depois disso, ele seguiu para a casa de um parente na tentativa de criar um álibi.

José Augusto de Lima foi preso na terça-feira (13) em um estabelecimento comercial no bairro Piçarra, na zona Sul de Teresina. Ele teve a prisão temporária decretada e foi encaminhado à Central de Flagrantes.

Fonte:Cidade Verde


Tags: , , ,