Alimentação escolar é tema de Encontro regional de nutricionistas

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook

Promovido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e com apoio da Secretaria de Educação e Cultura do Estado do Piauí (SEDUC), o Encontro de Nutricionistas da Alimentação Escolar da Região Nordeste acontece de 24 a 27 de setembro em Teresina

“Vamos debater a gestão do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), apresentar experiências que tiveram um bom êxito e proporcionar maior integração e troca dessas experiências entre os nutricionistas”, disse diretor do Centro de Excelência do Programa Mundial de Alimentos Daniel Balaban. Em sua fala Daniel comentou que o combate à fome acontece na escola.

A abertura do encontro aconteceu na tarde desta terça 24/09, no auditório do Hotel Arrey com apresentação do grupo de estudantes do CEFTI Raldir Cavalcante Bastos com a dança “Sejam bem vindos aos estados do Nordeste”. Até a próxima sexta-feira, várias palestras e oficinas abordarão temas relacionados a alimentação escolar e pesquisas, planejamentos e experiências serão apresentados.

Para a Superintendente Institucional da Seduc, Helena Oliveira, que representou o secretário de educação Átila Lira no evento, é uma grande satisfação sediar o encontro. “Estamos de braços abertos para acolher a todos os nutricionistas durante estes dias. Não vamos medir esforços”, disse. Helena lembrou ainda a importância do profissional na vida escolar.

Durante os três dias de encontro, haverá palestras, mesa redonda, oficinas, discussões e apresentações culturais.

O PNAE

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), implantado em 1955, garante, por meio da transferência de recursos financeiros, a alimentação escolar dos alunos de toda a educação básica (educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos) matriculados em escolas públicas e filantrópicas.

Seu objetivo é atender as necessidades nutricionais dos alunos durante sua permanência em sala de aula, contribuindo para o crescimento, o desenvolvimento, a aprendizagem e o rendimento escolar dos estudantes, bem como promover a formação de hábitos alimentares saudáveis.

O PNAE tem caráter suplementar, como prevê o artigo 208, incisos IV e VII, da Constituição Federal, quando coloca que o dever do Estado (ou seja, das três esferas governamentais: União, estados e municípios) com a educação é efetivado mediante a garantia de “atendimento em creche e pré-escola às crianças de zero a seis anos de idade” (inciso IV) e “atendimento ao educando no ensino fundamental, através de programas suplementares de material didático-escolar, transporte, alimentação e assistência à saúde” (inciso VII).

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist