Menu...

26 de setembro de 2018

Acusados de matar mulher na Vila Irmã Dulce são assassinados dentro de casa em Teresina; confira


Hospital de Olhos

As mortes aconteceram dentro da casa da tia de uma das vítimas, na rua Goitacás, na Vila Irmã Dulce, na zona Sul de Teresina-PI.

 Dois jovens foram assassinados na rua Goitacás, na Vila Irmã Dulce, na zona Sul de Teresina-PI, na noite de domingo. As mortes aconteceram dentro da casa da tia de uma das vítimas. Os homens foram assassinados a tiros de pistola. As vítimas foram Marcos Dagualberto de Silva Sousa, o Olho de Gato, de 16 anos, e Robson, de 18 anos.

 Durante o tiroteio dentro da residência ficaram feridos Michele, de 15 anos, que namorava Marcos Dagualberto da Silva Sousa, e Francisco Aires da Silva, de 11 anos. Francisco Aires foi ferido na perna e Michele na mão e no pé. Michele e Francisco Aires foram internados no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), mas não correm risco de morte.

O comandante da Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial), capitão Fábio Abreu, informou que Dagualberto da Silva Sousa e Francisco Aires da Silva foram assassinados por vingança porque eram acusados pela morte da dona de casa Cristiane Veloso e o ferimento, a tiros de revólver a criança Michael de Sousa, de quatro meses, em crime ocorrido no final da noite de domingo, na Vila Jerusalém, na zona Sul de Teresina.

Fábio Abreu disse que o marido de Cristiane Veloso, o acusado de tráfico de drogas Peba, vai ser investigado para saber se determinou o assassinato de Marcos Dagualberto e de Robson como vingança. “Eles costumam saber onde os adversários se escondem”, falou o capitão Fábio Abreu. Ele afirmou que Marcos Dagualberto e Robson estavam na residência na Vila Irmã Dulce comemorando o assassinato ocorrido na Vila Jerusalém.

A mãe de Marcos Dagualberto da Silva Sousa, Maria do Socorro, afirmou que o duplo assassinato foi executado pelos traficantes de drogas Ovin, Zé, Marcelo e Chucky. “Perdi no ano passado meu filho Marlson e agora perdi meu filho Marquinho, agora só tenho um filho de 15 anos”, declarou Maria do Socorro.

O tio de Marcos Dagualberto, Lindemberg Silva, disse que um dos pistoleiros nem chegou a entrar em casa e disparou os tiros. “O pistoleiro ficou na calçada e nem chegou a ir para o patamar da calçada alta. Ele puxou a arma e foi logo atirando. Eu estava sentado e fui logo puxando minha mulher”, Lindemberg Silva. Segundo ele, um rapaz acompanhava de perto o pistoleiro que fez os disparos e tinha outro recuado.

Fonte: Meio Norte

Tags: , , ,

Comente aqui

dolor amet, leo. luctus Curabitur dapibus