Armazenamento de leite materno: saiba como fazer de forma adequada

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook

source

mulher com sutiã que extrai leite materno
Divulgação

Os sutiãs com bomba de leite são ótimos para oferecer conforto e praticidade à lactante quando estiver extraindo leite materno

 A  amamentação é parte fundamental da  maternidade.  Ela é fundamental para o desenvolvimento saudável do bebê. Contudo, é também uma tarefa desafiadora para as mães, sobretudo para as que precisam voltar ao trabalho antes do bebê completar seis meses de idade. Nesta hora podem surgir dúvidas de como fazer o armazenamento correto do leite materno .

A ginecologista e obstetra Carolina Curci afirma que o armazenamento de leite materno consegue dar a chance à mãe de continuar amamentando o bebê após o fim da licença maternidade. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que a amamentação seja feita exclusivamente nos primeiros seis meses de vida da criança.

“O  leite materno contém todos os nutrientes, vitaminas e mineiras que os bebezinhos precisam e é importante armazená-lo como uma opção para as mamães. Assim elas podem retomar o cumprimento de suas atividades no trabalho”, afirma a médica.

Ao iG Delas, Carolina ensinou como se deve armazenar o  leite materno corretamente, como conservá-lo de maneira própria e de que maneira oferecê-lo ao bebê.

Como extrair o leite materno?

Para extrair leite materno corretamente a médica recomenda as famosas bombas de extração, principalmente as que são elétricas e duplas. Ajudam a fazer a coleta de forma mais rápida e em maior quantidade.

Há outros equipamentos que pode auxiliar as mães no momento de extrair o leite. É o exemplo do sutiã de apoio de extrair, que garante o conforto da lactante porque ela pode ficar com as mãos livres.

Para mulheres que querem tornar essa tarefa ainda mais fácil, a obstetra sugere que as extrações sejam feitas em horários em que, normalmente, o bebê estaria mamando. “Assim o organismo da mulher irá ajudar a coletar cada vez mais a quantidade de leite que a mãe produziria”, explica a médica.

Equipamentos para fazer a extração do leite materno

protetor de seios
Divulgação

O protetor de seios impede que gotículas de leite materno vazem na roupa

Além da bomba, é preciso que a lactante tenha sacos ou frascos de armazenamento, bolsa térmica para transportar o leite, protetor de seios e vista roupas que permitam o acesso fácil para a  amamentação (ou seja, evite vestidos ou camisetas muito justas). A médica também recomenda que a mulher possua duas bombas de extração: uma para deixar em casa e outra no trabalho.

Recipientes próprios para armazenamento de leite materno

sacos de armazenamento de leite materno
Divulgação

A ginecologista e obstetra Carolina Curci recomenda os sacos de armazenamento por serem mais higiênicos e por seu fechamento confiável

Carolina recomenda que o armazenamento do leite materno seja feito em sacos de armazenamento. “Eles são próprios, vêm preparados e esterilizados, o que é fundamental, e são fechados hermeticamente”, diz a obstetra.

A outra opção é fazer o armazenamento em frascos de vidro, que devem ser esterilizados e conter uma tampa de plástico. Mas atenção: eles precisam ser higienizados de maneira correta e secados com a boca virada para baixo, em um papel toalha. Para evitar que o líquido transborde, encha até dois centímetros antes da borda.

Higienize os recipientes de maneira adequada

Mas caso a lactante opte pelos frascos, é importante que eles sejam completamente limpos e desinfectados e que quem fizer a higiene esteja com as mãos limpas e secas com papel toalha até a altura do cotovelo. A higiene é fundamental para que o leite não seja contaminado.

Conserve o leite materno propriamente

A ginecologista orienta que o leite materno armazenado seja colocado em um lugar seguro, limpo e fresco. “Caso o leite seja armazenado em uma geladeira compartilhada, como no trabalho por exemplo, é preciso identificar o leite de maneira inteligente e clara”, diz.

Uma vez que o leite materno for descongelado, é importante frisar que ele não pode ser congelado novamente. Por isso, é muito importante que a mãe se programe e reforce a higiene. “Sempre anote a data de extração para ter controle da validade, que é de 14 dias no congelador e 12h na geladeira”, orienta a médica.

Fonte: IG Mulher

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist