Animais no carro: 6 dicas para cuidar dos cães e gatos durante as viagens

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


source

Alto Astral

undefined
Reprodução: Alto Astral

Animais no carro: 6 dicas para cuidar dos cães e gatos durante as viagens

Seja em viagens de curtas distâncias ou longos trajetos de carro, os animais de estimação precisam de cuidados especiais na hora da locomoção. De acordo com a Associação Brasileira das Agências de Viagens (Abav), 30% dos brasileiros pretendem usar mais o veículo particular por conta da pandemia – reforçando a importância de estar atenta à segurança e conforto dos animais no carro , entre outros fatores.

Para te ajudar nessa missão, a médica veterinária Thaís Matos, da DogHero, separou algumas dicas que facilitarão os passeios com cachorros ou gatos. “O bem-estar do animalzinho também deve ser levado em conta. É preciso garantir que o seu pet tenha os devidos cuidados durante uma viagem de carro”, explica. Confira as orientações!

Dicas para viajar de carro com os animais

Animais no carro: 6 dicas para cuidar dos cães e gatos durante as viagens
Foto: Shutterstock

Banco de trás, sempre

Sem dúvida, o primeiro passo para a segurança do seu animal no carro é mantê-lo sempre no banco de trás; mesmo que seja um pet obediente. Caso contrário, ele poderá tirar a atenção do motorista enquanto dirige e ainda provocar uma multa de trânsito.

Use cinto de segurança

Investir em acessórios específicos para proteger os animais faz toda a diferença nas viagens de carro. A especialista conta que o cinto de segurança para cachorros , por exemplo, funciona como um extensor do cinto comum, em que um é fixado ao outro, sustentando o peitoral do pet.

Por sua vez, os gatos ficam melhor acomodados em caixas transportadoras, que promovem mais conforto e segurança; e também precisam ficar presas ao cinto. Uma dica para facilitar esse processo de adaptação é adquirir o item pouco tempo antes da viagem e colocar o cobertor e brinquedos do gatinho dentro dele, mesmo quando estiver em casa. Assim, ele irá reconhecer a caixa como um lugar seguro e agradável, evitando agressividade e desconforto na hora da viagem.

Janela fechada

Muitos animais, especialmente os cães, adoram tomar aquele “ventinho” na janela nos passeios de carro, não é mesmo? Entretanto, essa atitude pode trazer consequências negativas, tanto em relação à segurança quanto à saúde do pet. Alguns exemplos são as dores de ouvido, prejuízos à audição e irritações nos olhos. Além disso, existe o risco de causar acidentes, caso o condutor do veículo não esteja muito atento ao trânsito.

Atenção ao ar condicionado

Seu animal pode ficar incomodado ou espirrando se o interior do veículo estiver muito frio. Sendo assim, ao viajar de carro, priorize ligar o ar condicionado em temperaturas mais neutras, nem quente nem muito gelada, para a maior comodidade e bem-estar dos bichinhos de estimação.

Capas protetoras para carro

Outro acessório que pode facilitar, e muito, as viagens de carro, são as capas protetoras de pets. De maneira geral, elas são confeccionadas em tecido e impedem que o animal fique escorregando no banco do veículo, além de deixá-lo mais confortável durante o trajeto. Uma boa pedida são as opções impermeáveis, que ainda ajudam a conservar as estruturas do seu veículo.

Procure um veterinário

Recorrer às orientações de um veterinário antes de fazer uma grande mudança na vida do seu animal de estimação nunca é demais. Apenas o especialista poderá verificar se está tudo bem com o pet e indicar a melhor maneira de transportá-lo com suavidade e segurança, dependendo da distância a ser percorrida.

Outro fator importante é que alguns animais costumam enjoar durante as viagens de carro, portanto, o veterinário poderá recomendar o medicamento e a dosagem correta para evitar que isso aconteça. Lembre-se de que apenas um profissional está habilitado a indicar o remédio certo para amenizar o desconforto do animal. E, caso visitar uma clínica não seja uma opção agora, também vale recorrer aos serviços de atendimento à distância ou até mesmo domiciliares. Fica a dica!

Consultoria: Thaís Matos, médica veterinária da DogHero | Texto: Milena Garcia | Edição: Renata Rocha

Fonte: IG Mulher

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist