Press "Enter" to skip to content

Raio atinge dedo da mão direita do Cristo Redentor foi atingido e danificado

Last updated on 3 de fevereiro de 2019

RIO E BARRA MANSA — A tempestade que caiu na noite de quinta-feira no Rio de Janeiro está entre as que tiveram maior incidência de raios desde o início do monitoramento feito pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em 1999. O Cristo Redentor também foi atingido por um raio, e o terceiro dedo da mão direita teve o revestimento de pedra sabão danificado. De acordo com o coordenador do Grupo de Eletricidade Atmosférica do Inpe, Osmar Pinto Júnior, o número de 1.109 raios desta quinta está entre os dez maiores já registrados na cidade. O recorde foi registrado em 5 de março de 2013, quando caíram 2.149 raios na cidade.

— Foi um número muito alto, não é comum. Poucas vezes tivemos número maior que este — conta Osmar.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *