Menu...

17 de agosto de 2018

Com mais de 2 milhões de faltosos, Enem tem prejuízo de R$ 103 milhões


Hospital de Olhos
A edição de 2013 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), aplicada neste fim de semana em todo o País, registrou mais de 2 milhões de faltosos, um recorde desde a criação da avaliação há 15 anos. Levando em conta o custo por aluno para a aplicação das provas, que ficou em R$ 49,86, o prejuízo com as ausências chega R$ 103 milhões.

Conforme balanço parcial divulgado pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, a taxa de abstenção ficou em torno de 29%, o que, segundo ele, "está mais ou menos dentro do padrão". No ano passado, o percentual ficou em 27,9%; em 2011, em 26,4%; em 2010, em 28,8%; e em 2009, em 37,7%.

Segundo os dados do MEC, 5 milhões de candidatos efetivamente participaram da edição deste ano do Enem, um crescimento de 20% em relação ao ano passado. Estavam inscritos mais de 7,1 milhões de candidatos para o exame deste ano, número recorde e que foi comemorado por Mercadante como "o segundo maior exame do planeta".

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado há 15 anos e se consolidou como um dos índices de avaliação da educação brasileira e também como principal meio de acesso às universidades públicas do Brasil. Atualmente, apenas duas das 10 principais instituições federais ainda não adotaram a prova para ingresso por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) – situação que, seguindo a tendência atual, deve atingir 100% de adesão nos próximos anos.

Em 2013, foram mais de 7 milhões de inscritos, que podem concorrer a cerca de 1,1 milhão de vagas em instituições públicas e privadas por meio do Sisu, do Programa Universidade para Todos (Prouni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

As provas ocorreram neste fim de semana, sábado e domingo. No primeiro dia, foram aplicados os testes de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Os candidatos tiveram quatro horas e trinta minutos para resolver as questões. Já no segundo dia foram resolvidas as questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias e Redação. No domingo, em virtude da Redação, os candidatos tiveram uma hora a mais para terminar o exame.

O gabarito oficial do Enem 2013 será divulgado na página do Inep, órgão responsável pela realização do exame, até o dia 30 de outubro. Até lá, você pode conferir abaixo a correção comentada pelos professores do Cursinho da Poli, ou neste link o gabarito extraoficial de todas as provas sugerido pelos professores do Sistema Ari de Sá, que também comentam as provas em vídeo.

Comente aqui

Sed Nullam vel, mattis ut Donec et, felis neque.