Menu...

11 de dezembro de 2018

ALMAPI homenageia Desembargador Heli Ferreira Sobral em seu centenário


Hospital de Olhos
Em sessão presidida por seu presidente, desembargador Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho, a Academia de Letras da Magistratura Piauiense prestou homenagem ao desembargador Heli Ferreira Sobral (1913-1986) no ano de seu centenário. Presentes à homenagem a desembargadora Eulália Pinheiro, presidente do TJPI e demais desembargadores que formam o Colegiado da Casa.

A desembargadora Eulália Pinheiro, em seu pronunciamento, lembrou que foi saudada pelo desembargador Heli Sobral, seu conterrâneo da cidade de Amarante, quando tomou posse como primeira magistrada do Piauí, e revelou-se emocionada em participar da homenagem aos cem anos de nascimento de Heli Sobral.

Em nome dos acadêmicos da ALMAPI, o desembargador Oton Lustosa lembrou da pessoa de Heli Sobral ainda como professor da UFPI, participando da formação de novos operadores do Direito. Falando em nome da família , o ouvidor geral do Estado, João Madson Nogueira lembrou a figura familiar do homenageado. A ALMAPI ofereceu no Salão Verde do TJPI café da manhã ao término da sessão.

Desembargador Heli Ferreira Sobral nasceu em Amarante-PI, a 08 de junho de 1913. Filho de Antônio Ferreira Sobral e Maria de Carvalho Mendes Sobral. Bacharel pela Faculdade de Direito do Piauí. Antes, foi funcionário público estadual. Promotor Público em Campo Maior. Juiz de Alto Longá e São Benedito (Beneditinos, hoje) e Juiz de Direito em Paulistana, Porto Alegre (hoje Luzilândia), Valença, União, Picos, Amarante, Barras e Teresina (PI). Designado pelo Tribunal, procedeu a inquérito em Jaicós sobre homicídio na pessoa do Juiz Valdinar Serra e Silva. Membro e Presidente do Tribunal Regional Eleitoral. Corregedor Geral da Justiça e Diretor do Fórum. Professor de curso técnico de contabilidade: Direito Usual e Legislação Aplicada. Professor da antiga Faculdade de Direito do Piauí: Direito Internacional Público e Privado e Direito Penal. Professor de Direito Comercial da Universidade Federal do Piauí. Designado pelo Ministro da Educação e Cultura para julgamento de vários processos de concurso na esfera do ensino superior. Membro da Associação dos Magistrados do Brasil e do Piauí. Conferencista, com trabalhos publicados. Aposentou-se em 07 de junho de 1983. Faleceu em Teresina, 19 de março de 1986. Patrono do Fórum da Comarca de Nossa Senhora dos Remédios.

Por Fernando Castelo Branco

Comente aqui

libero sed lectus quis tempus venenatis sit ut risus.