Menu...

24 de setembro de 2018

Briga da Legião Urbana na justiça é história de terror para os fãs


Hospital de Olhos

Renato Russo, Dado, e Bonfá criaram a Legião nos anos 80 em Brasília. Eram amigos. Fundaram uma das bandas mais importantes do Brasil. Também uma das mais lucrativas. Ano passado, dois filmes sobre o grupo foram sucesso de bilheteria: Faroteste Caboclo e Somos tão Jovens, que mostra, de maneira singela, isso, a história de uma turma de amigos.
A Legião Urbana tem fãs de todas as idades até hoje. Vende discos, toca no radio. Além de ser uma banda que salvou a vida de muita gente, a Legião Urbana também é um negócio lucrativo. Só que a Legião Urbana não venceu. As brigas na justiça entre Dado e Bonfá e o filho do Renato são a prova disso. História de terror.
Tudo aquilo que Renato pregava: “disciplina é liberdade, ter bondade é ter coragem.” “É preciso amar as pessoas como se nao houvesse amanhã, porque se você parar para pensar na verdade não há” parecem ter caído por terra. Essas são frases cantadas pelo Brasil inteiro inteiro: gente “careta”, “os malucos”, todo mundo. Menos pelos que encanaram lá nos anos 90 que gostar de Legião Urbana era cafona, e continuam achando isso até hoje. Mas eles não importam.
Nós que amamos a Legião (essa blogueira é fã) poderíamos esperar por tudo, mas não por brigas, desunião. Sentimos angústia quando vemos o que aconteceu com “a moçada” depois que tempo passou: Dado e Bonfa x Giuliano Manfredini, filho de Renato, e sua família há anos brigam na justiça. Nao é mais todo mundo amigo. A rapaziada agora briga na justiça pelo direito de usar a marca Legiao Urbana. Sim, uma marca. Bandas de rock acabam virando marcas. E isso é um chute na cara de todos nós, fãs ingênuos.
A última notícia sobre a briga (brigar para que se é sem querer?) é que Dado e Bonfá conseguiram o direito de usar a marca Legião Urbana. Venceram Giuliano Manfredini, filho de Renato e dono da Legião Urbana Produções Artísticas. Dado (amigo íntimo e fiel de Renato até o fim da vida) declarou em nota oficial que tentou uma conciliação. Queria que as decisões fossem tomadas em conjunto, em três partes, como eram quando Renato estava vivo. Segundo Dado, Giuliano não aceitou. O advogado do filho de Renato ainda vai entrar com recurso e o embrolio vai continuar por muito e muito tempo.
Para os fãs isso é uma historia de terror sem fim. Era para todo mundo ser amigo, oras.

Fonte:Yahoo

Tags: , , , , ,

Comente aqui

velit, commodo leo. justo Aliquam Lorem suscipit Aenean odio quis elit. sem,