Sindicato de jogadores uruguaios pede revogação de suspensão de Cavani

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


O sindicato dos jogadores uruguaios (AFU) pediu, nesta segunda-feira (4), que a Associação Inglesa de Futebol (FA) revogue a suspensão de três jogos dada a Edinson Cavani, do Manchester United, por usar um termo racial, dizendo que a punição revela uma visão etnocêntrica da entidade.ebc Sindicato de jogadores uruguaios pede revogação de suspensão de Cavaniebc Sindicato de jogadores uruguaios pede revogação de suspensão de Cavani

O atacante foi suspenso pela FA e multado em 100.000 libras (US$ 136.330) após usar o termo “negrito” em uma postagem no Instagram após a vitória de 3 a 2 do Manchester United sobre o Southampton, no dia 29 de novembro, antes de retirá-lo e se desculpar.

No entanto, a AFU criticou a FA, afirmando que “cometeu um ato discriminatório contra a cultura e o modo de vida do povo uruguaio”.

A nota foi compartilhada no Twitter pelo capitão do Uruguai, Diego Godín.

“Edinson Cavani nunca cometeu qualquer conduta que pudesse ser interpretada como racista”, disse a AFU. “Ele apenas usou uma expressão comum na América Latina para se referir carinhosamente a um ente querido, um amigo próximo”, diz a entidade.

“A sanção mostra uma visão enviesada, dogmática e etnocêntrica que não admite mais a leitura que se quer impor desde a sua especial e excludente interpretação subjetiva, por mais equivocada que seja”, continua a publicação.

“Pedimos à FA que proceda de forma imediata para anular a sanção imposta a Edinson Cavani e restaure diante do mundo o seu bom nome e sua honra, injustamente maculados por essa reprovável decisão”, acrescentou.

A FA não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist