Série D: técnico do Floresta admite oscilação, mas confia em título

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


O técnico do Floresta-CE, Leston Júnior, avalia que a equipe teve uma oscilação atípica durante a derrota por 1 a 0 para o Mirassol-SP, no último sábado (30), em Fortaleza, no primeiro jogo da final da Série D do Campeonato Brasileiro. A partida no estádio Carlos de Alencar Pinto, o Vovozão, foi transmitida ao vivo pela TV Brasil.ebc Série D: técnico do Floresta admite oscilação, mas confia em títuloebc Série D: técnico do Floresta admite oscilação, mas confia em título

“Esperávamos, sim, uma decisão muito equilibrada. A postura do Mirassol não surpreendeu. Talvez a surpresa tenha sido o nosso comportamento em alguns momentos. Desde que entramos no mata-mata, esse foi o jogo em que mais oscilamos dentro dos 90 minutos e isso teve como consequência o mérito do Mirassol pela vitória. Acho até que o Mirassol pode ter perdido a oportunidade de ter feito um resultado melhor, em função da nossa oscilação, que não é normal. Mas a decisão está aberta, em função de serem as duas melhores equipes da competição”, analisa Leston, à Agência Brasil.

O Floresta terá de ganhar por, ao menos, dois gols de diferença o jogo de volta, que será neste sábado (6), às 16h (horário de Brasília), no estádio José Maria de Campos Maia, o Maião, em Mirassol (SP), também com transmissão ao vivo da TV Brasil. Se os cearenses igualarem o placar agregado, a decisão será nos pênaltis. O desempenho no mata-mata da Série D inspira o Lobo, que conseguiu a classificação em três dos quatro confrontos em que fez a partida derradeira fora de casa, contra Itabaiana-SE (segunda fase), América-RN (quartas de final, no duelo que em garantiu acesso à Série C) e Novorizontino-SP (semifinal).

Floresta precisa reverter a vantagem do Mirassol para garantir o título da Série D. Floresta precisa reverter a vantagem do Mirassol para garantir o título da Série D.

floresta_mirassol_seried, por Ronaldo Oliveira /ASCOM Floresta EC/Direitos Reservados

“Há um outro componente que mostra como o jogo que fizemos [em Fortaleza] foi abaixo: fora a estreia da competição [derrota por 1 a 0 para o Afogados-PE] e agora [último sábado], marcamos gols nos outros 21 jogos pela Série D. Esse último foi realmente um ponto fora da curva. Então, acho que, aliado a questão de jogarmos bem fora [de casa], há o componente de sermos uma equipe que sempre marca gols, o que dá confiança para o jogo de volta”, afirma o treinador.

Antes do jogo no interior paulista, o Floresta terá compromisso pela Taça Fares Lopes, competição que reúne times cearenses e dá ao campeão vaga na Copa do Brasil de 2021. Nesta terça-feira (2), às 15h30, o Lobo pega o Icasa-CE no estádio Horácio Domingos de Sousa, o Domingão, na cidade de Horizonte (CE), no jogo de ida da semifinal. Priorizando a reta final da Série D, o clube da Vila Manoel Sátiro vinha atuando no torneio regional com reservas e jogadores das categorias de base. A partir desta fase, porém, a equipe terá força máxima.

“Tenho dito para os atletas que, às vezes, você prioriza uma competição e acaba ficando sem as duas. Então, é importante fazermos o melhor que pudermos nas duas para aumentar a perspectiva de conquista – quem sabe, se formos merecedores, de ambas. Vamos passo a passo. Primeiro, vamos pensar no Icasa. A partir de quarta-feira, voltamos as atenções para o Brasileiro. Quem estiver na melhor condição, vamos utilizar [nesta terça] para fazermos um grande jogo e conseguir tirar a pressão lá da frente”, conclui Leston.

Edição: Carol Jardim

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist