Série B: CSA empata com Brasil de Pelotas e deixa G4

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


Em jogo tenso, com um polêmico gol anulado no fim, o CSA perdeu a chance de voltar ao G4 ao empatar em 1 a 1 com o Brasil de Pelotas nesta sexta-feira (22), no Rei Pelé. A presença de Marta no estádio não foi suficiente para a vitória do Azulão, que chegou a 57 pontos, e caiu para a quinta posição do Campeonato Brasileiro da Série B após a vitória do Juventude sobre o Figueirense.  O resultado em Maceió também garantiu o acesso do Cuiabá à Série A. O Dourado não pode mais ser alcançado pelo CSA e está na primeira divisão. ebc Série B: CSA empata com Brasil de Pelotas e deixa G4ebc Série B: CSA empata com Brasil de Pelotas e deixa G4

Sem chances de acesso ou risco de queda, o Xavante jogou com inteligência e poderia ter até saído com a vitória, mas o empate deixou a equipe com 49 pontos, na 11ª colocação. O jogo foi muito truncado no primeiro tempo, com poucas chances de gol. As duas equipes trocavam passes no meio de campo, mas tinham dificuldades para incomodar o goleiro adversário. O Brasil chegou apenas aos 16 minutos, com um chute de fora da área de Matheus Oliveira. O CSA só finalizou aos 26 minutos, com Gabriel. O camisa 27 fez boa jogada pela esquerda e chutou cruzado, para a defesa de Marcelo.

Enquanto o Azulão não conseguia encontrar espaços, o Xavante apostava no contra-ataque e nas finalizações de média distância. Os visitantes levaram perigo novamente aos 32 minutos e mais uma vez com Matheus Oliveira. Ele arriscou de canhota, de longe, e a bola passou raspando a trave esquerda de Matheus Mendes. Aos 37 minutos, veio o gol. Bruno José passou pela marcação, subiu pela direita e finalizou de fora da área com precisão, no cantinho esquerdo de Matheus Mendes.

O Brasil de Pelotas manteve a estratégia no início do segundo tempo. Logo aos dois minutos, Matheus Oliveira arriscou novamente de fora da área e a bola passou bem perto do gol de Matheus Mendes. O CSA então também resolveu chutar. Aos 10 minutos, Rafinha cobrou falta com força, a bola desviou em Rodrigo Pimpão e morreu no fundo do gol do Xavante. Tudo igual no Rei Pelé.

Após o gol dos donos da casa, o Brasil ensaiou uma pressão, mas não conseguiu ficar novamente na frente do placar. O Xavante reclamou muito de um possível pênalti em Jarro Pedroso que não foi assinalado pela arbitragem. O técnicos Cláudio Tencati e Mozart discutiram sobre a marcação e receberam cartão amarelo.

O Brasil quase fez o segundo quatro minutos depois. Após cobrança de escanteio de Felipe Albuquerque, Diego Ivo subiu e cabeceou a bola no travessão. Aos 39 minutos, Matheusinho acertou mais um chute para ótima defesa de Matheus Mendes.

No fim, o Azulão foi com tudo para cima. Aos 43 minutos. Norberto tentou cruzar na área e quase encobriu o goleiro Marcelo, que conseguiu se recuperar e mandar para escanteio.

Aos 48 minutos, o CSA fez o segundo, mas o lance foi anulado pela arbitragem. Luciano Castán lançou na área e Cleberson cabeceou no travessão. Pedro Junior aproveitou a sobra e marcou. O assistente Luciano Roggenbaum marcou impedimento, no mínimo polêmico, de Cleberson. Apesar das reclamações e da pressão do Azulão, a partida terminou mesmo no 1 a 1.

Na próxima rodada, o Brasil de Pelotas enfrenta o Vitória, sexta-feira (29), às 21h30min, no Bento Freitas. O CSA pega o Náutico também sexta-feira, no mesmo horário, nos Aflitos. O time de Maceió precisa derrotar os pernambucanos e torcer contra o Juventude na última rodada para voltar à Série A do Campeonato Brasileiro.

Edição: Gustavo Faria

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist