Santos perde na Vila, mas elimina LDU e continua na Libertadores

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


Apesar de perder por 1 a 0 para a LDU de Quito (Equador), nesta terça-feira (1), na Vila Belmiro, o Santos está classificado para as quartas de final da Libertadores. O Peixe se beneficiou da vitória por 2 a 1 no jogo de ida, na última terça-feira (24), na capital equatoriana. O confronto terminou empatado em 2 a 2 no placar agregado, mas o Alvinegro levou a melhor pelo critério de gols marcados fora de casa (dois contra um).ebc Santos perde na Vila, mas elimina LDU e continua na Libertadoresebc Santos perde na Vila, mas elimina LDU e continua na Libertadores

O Santos teve o controle do primeiro tempo, principalmente atacando pelo lado direito, mas não transformou a superioridade em gols. Na primeira meia hora, foram ao menos cinco boas oportunidades. Duas delas foram evitadas por Adrián Gabbarini. Aos 13, o goleiro da LDU parou o chute de fora da área do volante Diego Pituca. Aos 22, ele salvou o que seria um gol do atacante Kaio Jorge, com quem ficou cara a cara. Aos 28, o atacante Lucas Braga ainda cabeceou a bola no travessão.

Os equatorianos equilibraram as ações e voltaram melhores para a etapa final. O Santos inicialmente manteve a postura ofensiva, mas aos 19 minutos o meia Matías Zunino aproveitou o bate-rebate na área santista e colocou a LDU na frente. A equipe visitante se animou e tomou o controle da partida. O Alvinegro, por sua vez, recuou demais após o gol, tendo somente o atacante Marinho à frente. Aos 34, Zunino teve a bola do jogo, mas perdeu a chance debaixo da trave alvinegra.

Nos acréscimos, após uma disputa de bola na área santista, jogadores dos dois times brigaram asperamente. Após quase 10 minutos de paralisação, o árbitro Nestor Pitana recorreu ao árbitro de vídeo (VAR) para conferir os detalhes da briga. O zagueiro Luiz Felipe e o preparador Omar Feitosa (ambos do Santos) e o meia Lucas Villaruel, da LDU, foram expulsos, enquanto o goleiro John, do Peixe, levou cartão amarelo. O jogo foi encerrado na sequência das punições.

Nas quartas, os santistas aguardam quem se classificar entre Grêmio e Guaraní (Paraguai), que se enfrentam na quinta-feira (3), às 21h30 (horário de Brasília), em Porto Alegre. Os gaúchos ganharam o primeiro jogo, fora de casa, por 2 a 0. Caso o Tricolor avance, reeditaria com o Peixe a semifinal da Libertadores de 2007. Os gremistas, na ocasião, levaram a melhor após vencerem no extinto estádio Olímpico por 2 a 0 e perderem em Santos (SP) por 3 a 1, prosseguindo à final pelo gol fora de casa.

Pênalti elimina Furacão

Recheado de desfalques (15), a maioria devido ao novo coronavírus (covid-19), o Athletico Paranaense lutou, mas foi derrotado pelo River Plate (Argentina) por 1 a 0 no estádio Libertadores da América, em Buenos Aires, e se despediu da competição nas oitavas de final. O duelo foi realizado na casa do também argentino Independiente porque o Monumental de Nuñez, do River, está em obras. No primeiro jogo, na Arena da Baixada, em Curitiba, há uma semana, as equipes ficaram no 1 a 1.

Apesar dos problemas na escalação, o Furacão fez um ótimo primeiro tempo, dividindo as ações ofensivas com o time da casa. Aos 16 minutos, o meia Erick teve a melhor chance rubro-negra, após desvio de cabeça do atacante Walter, mas ele bateu por cima, sozinho. O River, aos poucos, tomou o controle das ações, mas parou na trave e nas defesas de Bento. Substituto do titular Santos e do reserva Jandrei, o goleiro de 21 anos fazia apenas a terceira partida como profissional.

No segundo tempo, a equipe argentina colocou o Athletico nas cordas. Não fosse Bento, que fez pelo menos três boas defesas, o placar teria sido aberto mais cedo. Aos 35 minutos, não teve jeito. Após um pênalti cometido no atacante Rafael Borré, o meia Nícolas De La Cruz bateu e colocou o River à frente. Precisando do empate para ao menos forçar a disputa de penalidades, o Furacão tentou se lançar ao ataque, sem sucesso. O atual vice-campeão da América prossegue.

Na próxima fase, o River aguarda quem passar entre Nacional (Uruguai) e Independiente del Valle (Equador). No primeiro jogo, em Quito, as equipes ficaram no 0 a 0. O duelo de volta será nesta quarta, às 19h15, em Montevidéu, no estádio Parque Central.

Veja a tabela da Copa Libertadores.

Edição: Fábio Lisboa

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist