PM e Bombeiros realizam força-tarefa para evitar aglomerações na final

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros realizam uma força-tarefa para evitar aglomerações e garantir a segurança na final da Taça Libertadores 2020, no Maracanã, disputada por Santos e Palmeiras. A PM também reforça a segurança em diversos pontos da cidade do Rio de Janeiro. As informações são do governo do estado.ebc PM e Bombeiros realizam força-tarefa para evitar aglomerações na finalebc PM e Bombeiros realizam força-tarefa para evitar aglomerações na final

A força-tarefa vai auxiliar a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), responsável pela organização do torneio, assegurando que todas as medidas de proteção e prevenção à pandemia do novo coronavírus sejam cumpridas. Ao todo, cerca de 550 PMs, coordenados pelo Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios (Bepe), realizam o patrulhamento dentro e no entorno do estádio.

Público

Apenas pessoas credenciadas pela Conmebol, com limite de até 10% da capacidade do estádio, podem acompanhar a partida. Os credenciados precisam apresentar exame tipo RT-PCR negativo para Covid-19. Haverá, ainda, aferição de temperatura para acesso ao Maracanã. O uso de máscara de proteção será obrigatório durante todo o tempo, inclusive, na parte externa do estádio.

O público pagante não é permitido. Mesmo assim, de acordo com nota divulgada pelo governo, a PM vai monitorar ônibus transportando torcedores nas rodovias, vias expressas, Rodoviária Novo Rio, estações de trem e nos aeroportos RIOGaleão e Santos Dumont.

Os agentes da Operação Verão, que atuam na orla carioca, também estarão mobilizados para acompanhar a movimentação de torcedores. Além disso, haverá policiamento em possíveis pontos de encontro de torcidas.

Partida

Santos e Palmeiras decidem, às 17h (horário de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro, o campeão da edição 2020 da Libertadores. A partida terá transmissão ao vivo da Rádio Nacional, com narração de André Luiz Mendes, comentários de Waldir Luiz e plantão de Bruno Mendes.

O Palmeiras busca o segundo título continental na história. Em 1999, o Verdão superou o Deportivo Cali (Colômbia) na final e levantou a taça. A equipe da capital paulista ainda esteve em outras três finais (1961, 1968 e 2000). O Santos, que também disputa sua quinta decisão, mira o tetracampeonato, podendo se isolar como a equipe brasileira com mais títulos de Libertadores – hoje, o posto é dividido com São Paulo e Grêmio, ambos também tricampeões. O Peixe levou a melhor em 1962, 1963 e 2011, sendo vice em 2003.

Edição: Valéria Aguiar

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist