Obras serão retomadas segunda, diz odebrecht

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook

A Odebrecht e o Corinthians confirmaram nesta sexta-feira, 29, que as obras do Itaquerão serão retomadas na segunda-feira, mesmo com nove guindastes interditados pelo Ministério do Trabalho. A operação dos aparelhos foi cancelada após a queda de um guindaste que içava uma peça da cobertura do estádio, o que causou a morte de dois operários.

De acordo com a empresa, 1.350 trabalhadores deverão voltar ao trabalho no canteiro de obras. Os serviços ficarão concentrados nas áreas oeste, norte e sul, além de arquibancadas e gramado. Cerca de 30% da área leste do estádio, o equivalente a 5% de toda a obra, está interditada pela Defesa Civil.

Ao longo do dia, peritos alemães chegaram a São Paulo para analisar a caixa preta do guindaste que caiu. Ao verificar os dados, os profissionais pretendem encontrar pistas que possam indicar qual foi o motivo do acidente.

A Polícia Civil não ouviu nenhum depoimento oficial durante a manhã desta sexta-feira. Três advogados da Odebrecht foram ao 65º DP (Arthur Alvim) conversar com o delegado Luiz Antonio da Cruz. Eles não haviam sido intimados, mas foram dizer que a empresa se coloca à disposição da polícia.

“A Odebrecht Infraestrutura e o Sport Club Corinthians Paulista informam que nesta sexta-feira, 29 de novembro, estiveram presentes no canteiro de obras o presidente do Instituto de Engenharia, Camil Eid, técnicos da Defesa Civil, e representantes da Liebherr, empresa fabricante do guindaste responsável pela instalação da cobertura.

As obras serão retomadas na segunda-feira, 02 de dezembro, com todo o efetivo de 1350 trabalhadores. As atividades estarão concentradas no prédio oeste, norte e sul, arquibancadas e gramado. A Odebrecht reforça que a estrutura da arquibancada não foi comprometida.

Era a 38ª vez que esse tipo de procedimento realizava-se na obra e uma peça de igual proporção foi instalada há pouco mais de uma semana no setor Sul do estádio. A empresa atua conforme os procedimentos padrões de segurança. Desde o início da construção da arena foram acumuladas mais de 9,5 milhões de horas homens trabalhadas sem acidentes graves.”

Fonte: Uol

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist