Na Argentina, Santos e Boca Juniors abrem semifinal da Libertadores

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


O mítico estádio da Bombonera, em Buenos Aires, recebe na noite desta quarta-feira (6), a partir das 19h15, a partida de ida da semifinal da Copa Libertadores entre Boca Juniors e Santos.ebc Na Argentina, Santos e Boca Juniors abrem semifinal da Libertadoresebc Na Argentina, Santos e Boca Juniors abrem semifinal da Libertadores

 A equipe brasileira comandada pelo técnico Cuca chegou até aqui depois de passar pelo Grêmio nas quartas de final, com um empate em 1 a 1 em Porto Alegre e uma goleada por 4 a 1 em Santos. Nas oitavas, o time venceu a LDU por 2 a 1 no Equador e perdeu no Brasil por 1 a 0. Para o jogo desta noite, o grupo está todo à disposição. O volante Jobson  recuperou-se de uma inflamação no tornozelo e os laterais Pará e Madson  curaram-se de lesões na coxa. O time provável  para o jogo terá John Victor, Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Sandry e Diego Pituca; Marinho, Soteldo e Kaio Jorge, artilheiro do Peixe no torneio com cinco gols.
Os argentinos passaram pelo Inter nas oitavas ao vencerem no Beira-Rio por 1 a 0, perderem pelo mesmo placar na Bombonera e avançarem nos pênaltis. Nas quartas, o time passou pelo Racing ao perder fora por 1 a 0 e reverter em casa com o placar 2 a 0. O técnico Miguel Ángel Russo, campeão da América com o clube em 2007, terá um desfalque. O volante Jorman Campuzano, lesionado. O time de logo mais deve ter Andrada, Jara, Lisandro López, Izquierdoz e Fabra; Diego González, Capaldo, Villa e Salvio, artilheiro  com seis gols na Libertadores; Soldano e Tévez.

O duelo de volta na Vila Belmiro está previsto para a próxima quarta-feira (13). Na Libertadores o gol como visitante continua valendo como critério de desempate.

Duelo cheio de história

O Santos é um dos times brasileiros com mais tradição na Copa Libertadores da América. Ao lado de São Paulo e Grêmio, é tricampeão do torneio. Os títulos foram conquistados nos anos de 1962, 1963 e 2011. Além das conquistas, o Peixe tem um vice-campeonato obtido em 2003. Já o Boca Juniors tem seis taças da principal competição da América, é o segundo time com mais conquistas. Está atrás apenas do Independiente, que tem sete. Além dos títulos, os Xeneizes, como os torcedores do Boca são conhecidos, têm cinco vice-campeonatos.  
A história desses dois gigantes do continente se cruzaram em dois momentos. Ambos foram em finais. O Santos, com Pelé e companhia, faturou o bicampeonato em 1963 em cima dos argentinos. Foram duas vitórias dos brasileiros. No Maracanã, 3 a 2. Na Bombonera, 2 a 1.

Já o Boca Juniors conquistou o troféu em 2003 superando o Peixe na decisão. Assim como ocorreu na década de 1960, a definição veio com duas vitórias. Na Argentina, 2 a 0. No Brasil, 3 a 1. 

Em relação aos confrontos contra todas equipes brasileiras, o Boca Juniors costuma ser uma pedra no sapato. O time conseguiu 17 classificações em 20 duelos de mata-matas. Enquanto isso, o Santos avançou em dois dos seus cinco confrontos de mata-mata contra os vizinhos.

Edição: Marcio Parente

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist