Libertadores: Santos e Boca Juniors empatam sem gols na Bombonera

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


Silenciosa em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19), e sem a pressão da torcida que a torna temida, a mítica La Bombonera, em Buenos Aires (Argentina), presenciou nesta quarta-feira (6) um equilibrado duelo entre Boca Juniors e Santos. O jogo de ida do confronto pelas semifinais da Libertadores, porém, terminou sem gols e com muita reclamação dos paulistas, que contestam a não marcação de um pênalti em cima do atacante Marinho, no segundo tempo.ebc Libertadores: Santos e Boca Juniors empatam sem gols na Bomboneraebc Libertadores: Santos e Boca Juniors empatam sem gols na Bombonera

A partida de volta será na próxima quarta-feira (13), outra vez às 19h15 (horário de Brasília), na Vila Belmiro, em Santos (SP). Caso o placar da Bombonera se repita, a decisão vai para nos pênaltis. O Boca tem a vantagem do empate com gols. Ao Santos, basta uma vitória simples para levar a vaga à final sul-americana.

Uma saída de bola errada do zagueiro Lucas Veríssimo que o meia Sebastián Villa finalizou no travessão, aos oito minutos, foi o lance mais concreto de gol do primeiro tempo. Não que as equipes tenham evitado o confronto. Pelo contrário. Mas as bem postadas marcações de ambos os lados dificultaram a criação de lances mais agudos. Se Villa era quem dava mais trabalho ao time santista, em especial ao lateral Pará, o atacante Yeferson Soteldo fazia o mesmo contra o lado direito do sistema defensivo do Boca. Os chutes, porém, foram escassos.

Os argentinos voltaram mais agressivos no segundo tempo. No primeiro minuto, o meia Eduardo Salvio obrigou o goleiro John a trabalhar. Para ajustar a marcação no meio-campo, o técnico Cuca tirou Soteldo e colocou o volante Sandry. A troca funcionou, com o equilíbrio dos 45 minutos iniciais retomados e uma leve superioridade do Santos. Aos 28, o Alvinegro ficou na bronca após um pênalti não marcado do zagueiro Carlos Izquierdoz em Marinho, mesmo após revisão do árbitro de vídeo. O clube brasileiro ironizou a decisão da arbitragem pelo Twitter.

Os argentinos passaram a ocupar mais a área santista nos minutos finais, mas esbarraram na marcação. Nos acréscimos, em rara bobeada do sistema defensivo do Alvinegro, o lateral Leonardo Jara teve a última chance do jogo, em batida de voleio, com liberdade, mas mandou por cima da meta de John.

Antes do reencontro com o Boca, o Santos disputa o clássico com o São Paulo neste domingo (10), no Morumbi, pela 29ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Veja a tabela da Copa Libertadores.

Edição: Fábio Lisboa

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist