Floresta-CE e Mirassol-SP começam a decidir título da Série D

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


O acesso à Série C era o primeiro objetivo de Floresta-CE e Mirassol-SP. Alcançada a meta, cearenses e paulistas passaram a sonhar com o título da Série D do Campeonato Brasileiro. Uma conquista de nível nacional que seria inédita para qualquer lado. Neste sábado (30), o Lobo da Vila Manoel Sátiro e o Leão da Alta Araraquarense começam a decidir a competição na Arena Castelão, em Fortaleza, a partir das 16h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da TV Brasil. O duelo de volta será no próximo sábado (6), no mesmo horário, no estádio municipal José Maria de Campos Maia, o Maião, em Mirassol (SP).ebc Floresta-CE e Mirassol-SP começam a decidir título da Série Debc Floresta-CE e Mirassol-SP começam a decidir título da Série D

O Floresta chega para a decisão como o time que menos perdeu até o momento. Foram só duas derrotas em 22 jogos, com dez vitórias, dez empates e 40 pontos somados. O Mirassol tem números um pouco melhores: 44 pontos e 13 vitórias. Ao longo do mata-mata, o Lobo se acostumou a enfrentar – e eliminar – rivais que estavam à frente dele na pontuação. Foi assim contra Itabaiana-SE na segunda fase, América-RN nas quartas de final e Novorizontino-SP na semifinal.

Mesmo disputando, simultaneamente, a Taça Fares Lopes (que reúne times cearenses e dá ao campeão vaga na próxima Copa do Brasil), o foco do Floresta é a final da Série D. Tanto que, no torneio estadual, o técnico Leston Júnior tem utilizado uma equipe formada por reservas e jogadores da base, poupando a força máxima para a competição nacional. Ainda assim, o Lobo avançou à semifinal da Fares Lopes e o próximo adversário será o Icasa. O primeiro jogo será terça-feira (2 de fevereiro) e o segundo uma semana depois, no dia 9, ambos às 15h30.

O técnico do Floresta não tem desfalques para o duelo contra o Mirassol e deve repetir a formação que bateu o Novorizontino-SP por 2 a 0 no último fim de semana, em São Paulo. O provável Lobo terá: Douglas Dias, Lito, William Goiano, Alisson e Fábio Alves; Jô, Marconi e Thalison; Deysinho, Núbio Flávio e Flávio Torres.

Do lado mirassolense, a aposta principal é a força do ataque, que balançou as redes 47 vezes em 22 partidas da Série D. Com 11 gols, Fabrício Daniel é o protagonista do setor e ainda briga pela artilharia geral da competição. Ele tem um gol a menos que os também atacantes Zé Love (Brasiliense-DF) e Wallace Pernambucano (América-RN). Mas, nos últimos duelos, curiosamente, é outro jogador de frente que tem roubado a cena: João Carlos. Contratado após disputar a Série C pelo Volta Redonda-RJ, ele já fez cinco gols em oito jogos pelo Leão.

É apenas a segunda vez nesta Série D que o Mirassol começa a decidir um confronto fora de casa. A única ocasião em que isso ocorreu foi na segunda-fase, quando os paulistas superaram o Caxias-RS. Após uma derrota por 1 a 0 em Caxias do Sul (RS), o Leão venceu pelo mesmo placar no interior de São Paulo e se classificou nos pênaltis. Nas fases seguintes, o time construiu a vantagem no Maião e a administrou nas partidas de volta, contra Brasiliense, Aparecidense-GO e Altos-PI.

Assim como Leston Júnior, o técnico Eduardo Baptista tem força máxima à disposição. A novidade deve ser a volta do lateral Vinícius, que cumpriu suspensão na vitória por 1 a 0 sobre o Altos, há uma semana, no Piauí. O Leão deve ir a campo com: Jeferson; Vinícius, Danilo Boza, Heitor e Moraes; Daniel, Alisson e Cássio Gabriel; Netto, Fabrício Daniel e João Carlos.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist