Ex-técnico do United faz alerta sobre demência entre jogadores

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


O ex-técnico do Manchester United Alex Ferguson disse que é seu dever pessoal e responsabilidade do futebol lidar com o problema de demência que tem afetado vários ex-jogadores.ebc Ex-técnico do United faz alerta sobre demência entre jogadoresebc Ex-técnico do United faz alerta sobre demência entre jogadores

A questão da demência no futebol profissional foi desencadeada pela morte do inglês Nobby Stiles em outubro e houve apelos para que o problema das lesões na cabeça no esporte receba mais atenção.

Stiles e muitos de seus companheiros de equipe, vencedores da Copa do Mundo de 1966, foram diagnosticados com demência antes de morrerem, enquanto o astro Bobby Charlton também revelou seu diagnóstico recentemente.

“Tem sido muito triste. Bobby não está bem há um tempo. A porteira foi aberta com a morte de Nobby e o diagnóstico de Bobby. São números enormes. É preciso criar uma consciência”, disse Ferguson ao Daily Mail. “Não sei o que a Associação de Jogadores Profissionais (PFA) está fazendo, mas a Associação dos Técnicos está preocupada e (o presidente-executivo) Richard Bevan tem sido fantástico”, afirmou. “Temos que ver o que podemos fazer para ajudar. O futebol tem o dever de olhar para a situação… Pessoas como eu devem isso ao esporte.”

Tem havido pedidos generalizados para reduzir o cabeceio durante as sessões de treinamento.

“Cabeceio é uma parte do futebol que existe há mais de 100 anos e você não pode eliminá-lo”, disse Ferguson. “Mas acho que seria fácil reduzir no treinamento.”

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist