Brasil vence o desafio Campeãs da Areia de vôlei de praia

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


Na manhã deste domingo (31), as duas duplas que representarão o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio no vôlei de praia, Ágatha/Duda e Ana Patricia/Rebecca, venceram o desafio Campeãs da Areia. O torneio, disputado em três sets, foi realizado na praia da Urca, no Rio de Janeiro, colocou as atletas nacionais frente a frente com estrelas alemãs e canadenses.ebc Brasil vence o desafio Campeãs da Areia de vôlei de praiaebc Brasil vence o desafio Campeãs da Areia de vôlei de praia

Na primeira parcial, as canadenses Heather Bansley e Brandie Wilkerson venceram Ana Patricia e Rebecca por 15 a 10. O segundo set teve a vitória da alemã campeã olímpica Laura Ludwig e Maggie Kozuch sobre Ágatha e Duda pelo placar de 15 a 13. Só que pela regra, a última parcial, que colocou frente a frente os dois quartetos, tinha peso dobrado. E com a vitória brasileira por 15 a 14, em uma virada emocionante na reta final do set, as jogadoras verde e amarelas fizeram a festa em casa.

Campeãs da Areia teve a participação das duplas brasileiras Ágatha/Duda e Ana Patricia/Rebecca. Campeãs da Areia teve a participação das duplas brasileiras Ágatha/Duda e Ana Patricia/Rebecca.

Campeãs da Areia teve a participação das duplas brasileiras Ágatha/Duda e Ana Patricia/Rebecca. – Ari Kaye/Divulgação

Mais experiente entre as brasileiras, a vice-campeã olímpica Ágatha, 37 anos, comemorou o fato de poder reencontrar adversárias tão tradicionais. “A gente estava muito empolgada para este evento, principalmente para disputar o quarteto. Começamos atrás e fomos buscando. No final de tudo, apesar dos resultados nos confrontos de dupla, acabamos dando a vitória para o Brasil. Foi muito divertido, mas tem toda a parte séria, podendo estar diante de duplas de altíssimo nível, que certamente estarão em nosso caminho no Circuito Mundial ou nos Jogos Olímpicos”, analisou Agatha.

Apaixonada pelo Rio de Janeiro e pelo Brasil, a campeã olímpica Laura Ludwig elogiou muito o evento e a paradisíaca quadra, montada no Forte São João, de frente para o Cristo Redentor e para o Pão de Açúcar. “Quando terminou a disputa de quarteto o nosso sentimento foi: ‘Já terminou? Queremos jogar mais’. Foi uma experiência muito boa, com um visual lindo, de Rio de Janeiro mesmo. Voltar a enfrentar as brasileiras depois de tanto tempo foi muito interessante para nós neste início de temporada”, disse a alemã.

Edição: Gustavo Faria

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist